INSÔÔNIA.com
O carnaval que o Thiago nunca mais vai esquecer – Aconteceu Comigo
maio
16
2019
aconteceu comigo

Olá corujas, blz? Meu nome é Thiago e como comentário pessoal, este blog é o melhor e quero minha história publicada nele na categoria Aconteceu Comigo. A minha história é grande, bastante surreal, mas vale a pena ler. É tudo verdade. Eu nunca mais vou esquecer deste dia.

Tudo aconteceu no carnaval de 1998 quando meus tios que moram em Brasília me chamaram pra passar o carnaval com eles numa cidadezinha de Goias, Alvorada do Norte, chamada carinhosamente de Alvoradinha.

Viagem boa, tudo tranquilo, chegamos ao destino. No mesmo dia, eu e meu primo Fernando (muito louco ele) saímos pra curtir o carnaval. Imagina só, dois garotos jovens na flor da idade só querendo farra, pinga e mulheres!

Blz! Vamos beber umas cervejas e éééé claro, ao ataque conhecer as meninas da cidade. Fomos direto pra praça central, point oficial da cidadezinha e para minha surpresa tinha um trio elétrico mó legal.

Eu tava lá de boa, curtindo e bebendo todas, quando de repente sai meu primo do meio do povo com uma garota nota 5 rsrsrs para me apresentar. Na hora pensei “porra mano, não tinha outra não?“, mas como sou 4,5 não deu 10 min e lá estava eu entrelaçado na moça.

Rapidamente ficou de madrugada e eu ainda tava lá beijando e bebendo com a minha Girl. Nessa altura, ela já era top e meu primo ficou com a melhor amiga dela ”o” Sueli.

Isso mesmo ”o”, pois ela é trans. Nos contou depois que já estávamos todos louco da bebida e o meu primo não se importou nenhum pouco. Ele só disse:

_ Só não fica de pau duro. Porque eu não gosto.

E ela respondeu:

_ Eu não fico. Também não gosto.

Ele, feliz, respondeu denovo:

_ Então fechou, sua linda!

E se beijaram. E todos riram. kkkkkk

Bom, meu primo estava aproveitando o máximo a noite dele, aí resolvei aproveitar a minha. Peguei a gata pela mão e fomos para uma rua mais reservada.

Estávamos lá num amasso bem louco, ela gostando super eee de repente… pam huuuuuhhh!! Era um opala preto derrapando no cascalho, cheio de caras dentro e parou na nossa frente com aquele farol de “FUDEU, CORRE NEGADA”.

Aí a mina nota 5 (o cagaço foi tão grande que o grau passou) só deu um grito dizendo: “Oiii primoo, abaixa esse farol aí caralho”.

O carro se aproximou, parou exatamente na nossa frente, o primo abaixou o vidro e disse:

_ Boa noite, prima, na tranquilidade? Quem é esse carinha aí??

Gelei na mesma hora, putz, quem sou eu?? O cara que estava quase comendo a prima na quebrada?

A mina respondeu:

_ É meu namorado, primo.

Eu sem tempo de ter algum tipo de reação, os caras do carro começaram a comemorar pq a prima do primo estava namorando. E ela saiu abraçando a galera do carro e vibrando com eles como se fosse o Brasil vencendo a Argentina numa copa do mundo.

Na boa, eu não consegui processar aquela cena na hora. Os caras eram bastante estranhos. Depois eles voltaram para o carro e foram embora. Antes, claro, o primo virou para mim e disse:

_ Aí mano, cuida muito bem da minha prima, tá ligado?!

Respondi prontamente:

_ Com certeza… mano!

Os caras foram embora e o sangue voltou a circular. rsrsrs

Perguntei pra ela:

_ Oxi, e esse cara aí cheio de marra? É seu primo mesmo?

Ela respondeu o que eu não devia ter perguntado:

_ Meu Deus que susto que levei agora. Sim, ele é meu primo. Ele é o maior traficante da cidade. Achei que ele ia te matar.

Meu amigo, o clima já não era bom sem tá bêbado, agora então, tchau obrigado. Inventei logo uma desculpa para ir embora. Voltei até o meu primo e tive que interromper a diversão dele com a Sueli.

E então voltamos pra casa dos conhecidos do meu tio. Dormi aterrorizado. kkk MAS um novo dia nasce e com ele a esperança, não é mesmo?

Vamos a batalha novamente. Mais um dia de carnaval e eu já tinha esquecido da noite passada na terceira dose de vodka.

Estou com meu primo paquerando as gatinhas e num piscar de olhos:

_ T H I A G OOOO!!!

Virei para ver quem era, era a bendita garota da noite anterior. Putz! Dei um boa tarde educado, com um beijinho no rosto, mas preferindo que fosse o satãngo.

Me chamou pra ir num rio que tinha ali próximo, mas respondi que não dava, pois já iríamos embora jajá, pois eu e meu primo iamos sair com os meus tios.

_ Hum. Tá bom!

E foi embora endiabrada.

huuuhuuu vamos curtir o carnavalzão!! Este dia eu tava decidido a beijar uma gatinha +7. O pagodão rolando e logo avisto uma menina linda e começo a paquerá-la.

Cheguei nela e pasmem! Ela quis ficar comigo. Meus amigos, xonei naquela garota. Logo de cara ficamos e foi incrível. A gente tava super curtindo, a garota era +10. Mas quando a disgraça não é suficiente, aparece mais…

_ FODEU. É A GURIA NOTA 5 E OS MANOS LÁ DO OUTRO LADO DA RUA.

PERAÍ! Eles me viram beijando a gata. A mina 5.0 estava de olhos vermelhos parecendo brasa e um ódio claro no semblante.

_ CARALHO MANO, os caras estão vindo me pegar. – disse desesperadamente pro meu primo.

Olhei pra gatinha e disse que precisava ir embora agora, pq deu muito ruim. Falei pra ela voltar para a turma dela e em seguida saímos correndo no meio da multidão.

A merda tava feita. Caralho, eu nem namorava aquela louca, perdi a novinha que gostei de ter conhecido e a pessoa mais perigosa da cidade e seus capangas estavam atrás de mim e do meu primo.

Naquela confusão toda no meio do povo, os policiais surgiram do nada e sem tempo de explicarmos, vieram fazer abordagem na gente, com direito a revista e tudo. Em seguida, o sargento mandou a gente acompanhá-los até a viatura.

Ok, beleza. Ao menos estamos seguros.

Mal sabia eu que o dia não ia terminar por ali. Na viatura, o policial nos disse que teve uma briga muito feia num bairro próximo e os suspeitos eram dois jovens, um de camisa listrada (meu primo usava uma camisa listrada) e o outro de blusa branca (eu estava de blusa branca) e se podíamos ir com eles para averiguação e reconhecimento das vitimas.

Não esqueço essas temerárias palavras. PQP! Este dia eu tava com sorte no azar! Rapaz, entramos nessa viatura, morrendo de medo e imaginando a ”teoria da conspiração” mais louca do mundo.

Pensei comigo, fudeu, o traficante comanda até a policia nesse fim de mundo, sacaneei a prima dele e vou pagar por isso.

O lugar da briga não chegava nunca, até que entramos numa estradinha de terra no meio do nada e o meu primo já tava suando frio, a viatura vira a esquerda e vejo umas luzes.

Era uma rua com poucas casas, próximo da cidade, pensei “graças a Deus não vai ter queima de arquivo kkk”. Saímos da viatura, meu primo vira pra mim e diz:

_ E se o pessoal da casa confundir a gente?

Em seguida, ouço um policial falando para o outro:

_ A mulher está muito bêbada. Ela traiu o marido com o rapaz e o marido ficou sabendo.

CARALHO. VOU MORRER É HOJE. Pensei.

E la vamos nós para sermos reconhecidos.

_ Ammoorr, foram esses os vagabundos??? – disse o marido.

Vejo que não é a mina nota 5. me acalmo. Mas percebo que a mulher tava bastante bêbada. E como assim “amor”??? O cara não tinha sido chifrado? hauhauhaua

Olhei pro meu primo e ele estava amarelo e eu senti um arrepio na espinha dorsal, aí a mulher gargalhou e disse:

_ Tá doido, Eduardo. Eu jamais iria te trair com esses homens feios. Foi nenhum deles não.

Uffffa que alivio! que felicidade! FILHA DA MÃE!!

_ Ok. Foi um engano. Já podem ir embora. – disse o policial.

Não entendi muito bem e fomos entrando de volta na viatura quando ouço:

_ EI RAPAZ. ONDE CÊ PENSA QUE VAI?

_ Ué, vamos voltar com vocês pra cidade.

_ Temos outra ocorrência para atender. Vocês terão que ir a pé.

_ 😵

MEU DEUS! A casa que estávamos com meus tios era muito longe dali…

Pois é, essa foi o meu Aconteceu Comigo. Até hoje, eu e meu primo rimos muito deste dia. Demoramos para superá-lo, mas ficou pra contar história.

Valeu galera

caralho ri demais
caralho ri demais
anuncie

Blizhost hospedagem de sites
Para comentar você tem que estar logado no facebook. Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário