INSÔÔNIA.com
ACONTECEU COMIGO #56
nov
06
2014

Oi Gislaine, apesar de eu não ser exatamente o seu tipo de público alvo, gosto muito o seu blog, em particular o quadro aconteceu comigo. Bom, como é de praxe, não vou me identificar, pois tenho 36anos, sou engenheiro, casado e tenho 2 filhos, um menino de 6 anos e uma menina de 3 meses.

A história é o seguinte… quando eu tinha exatos 18 anos, conheci uma garota que na época tinha 16 anos e fiquei loucamente apaixonado. Namoramos por 5 anos com muita intensidade, eu fui o primeiro dela e ela foi a minha primeira mulher que transei de forma contínua e constante. Brigávamos muito, nosso relacionamento era muito intenso. Bom o fato é que terminamos, nós sofremos muito e cada um foi para um lado. Eu terminei a faculdade, fui trabalhar, casei e tive meus filhos e ela a mesma coisa.

Depois de tampo tempo, recentemente nos encontramos. Quando a vi senti algo muito forte e não esperava acontecer isso. Nos cumprimentamos e conversamos como dois adolescentes, rimos e combinamos de nos ver qualquer dia. Mas para mim esse encontro nunca ia acontecer. Até que um dia, do nada ela me liga e acabamos combinando de verdade de nos encontrar (eu tenho o mesmo número de celular por décadas).

Nos encontramos e acabou acontecendo o inevitável: nós transamos. Foi sensacional, senti a paixão que sentia por ela voltar, junto com a frustração de não ter ficado com ela. Ela diz que me ama, que sente o mesmo e que nunca me esqueceu durante esse tempo. O problema é que minha esposa é uma mulher e mãe maravilhosa e eu sou louco pelos meus filhos e eles por mim, eu jamais iria conseguir viver longe deles.

Hoje eu moro à 400km da minha cidade natal, onde a família de minha esposa e a minha ex-namorada vivem. Se eu me separar, a minha esposa fatalmente voltará para a nossa cidade natal com meus filhos e eles ficarão 400km longe de mim. E para piorar a situação, a minha ex tem 2 filhas e me disse que se eu me separar da minha esposa ela também se separa do marido dela.

Resumo da ópera, se eu me separar da minha esposa eu ficarei sem meus filhos, vou ver eles muito pouco. Se a ex se separar eu terei que criar as filhas dela.

Toda a lógica me diz para eu cair fora da ex, mas o que sinto por ela é uma coisa inexplicável, nunca consegui esquecê-la.

E aí? Chuto tudo e fico com a mulher que amo ou sufoco esse amor ou me dedico à minha família? Enquanto isso nós somos amantes e continuamos nos encontrando, mas o problema é que estou deixando isso influenciar minha vida com minha esposa, pois eu não estou dando a ela a atenção que merece.

Eu acredito nos sentimentos de minha ex, pois ela é uma mulher linda, ela está com 34 anos e está linda demais e eu com meus 36 anos sofridos, barrigudo e feio, ou seja , ela pode ter o amante garotão e sarado que quiser em um estalo de dedos, mas ela quer a mim.

Foi bom escrever, pois ninguém sabe desse meu segredo e não tenho com quem pedir opinião. Peço que seus leitores opinem. O que devo fazer?

Abraços a todos.

– anônimo

Envie também a sua história: [email protected]
Envie também a sua história: [email protected]
anuncie

Blizhost hospedagem de sites
Para comentar você tem que estar logado no facebook. Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário