INSÔÔNIA.com
ACONTECEU COMIGO #43
ago
12
2013

Antes de tudo, não gostaria de ter meu nome vinculado à história.
Vou alterar o nome dos personagens e enfim… PRECISO DE AJUDA e preciso compartilhar a minha frustração. Frustação essa, que só amando mesmo para suportar.

O caso é que no primeiro ano do ensino médio fiquei muito amiga de um cara, tipo melhores amigos. Sentávamos juntos todas as aulas e onde eu estava ele estava junto. Durante os 3 anos do ensino mádio namorei com outros caras (inclusive da nossa turma) e logicamente eles odiavam esse meu amigo por sermos muito próximos (e ele tbm odiava meus namorados).

Enfim, acabou o ensino médio, nós nos formamos brigados, haviam acontecido coisas (não me lembro bem) que fez a gente brigar e paramos de nos falar. 2 anos após nos formarmos, nos reencontramos com uns amigos em comum em um bar e nesse dia ele se “declarou” e eu descobri que “friendzonizei” ele por 3 ou 4 anos sem saber ao certo disso.

Coisas vão, coisas vem, e nós acabamos ficando. No começo determinei que não seria NADA sério, mas após uns 3 ou 4 meses ficando sem compromisso ele acabou me pedindo em namoro. O problema ou não problema é que ele sempre foi muito, digamos… extrovertido. Do tipo que se você duvidar que ele saia correndo pelado no meio da rua, ELE REALMENTE SAI (já aconteceu).

Até aí sem problemas, já o conhecia e gostava desse lado dele, afinal, sempre fomos melhores amigos. Vergonhas alheias acontecem com frequência. Vira e mexe me perguntam “CARAMBA COMO VOCÊ CONSEGUE NAMORAR COM ELE?”. É, só amando mesmo! E o pior é que eu amo. Já relevei corridas pelado no meio de um churrasco, pirocóptero, peixinhos no meio do shopping ao chegar na “roda” de amigos, entre tantas outras coisas.

Mas o maior “probleminha” do nosso namoro é que ele é virgem. Um puta cara bombado que minhas amigas o denominam de Jacob (pela cor da pele e porte físico), mas virgem. E o pior. Broxa. A primeira vez que tentamos, ele ficou super nervoso, esqueceu de comprar camisinha, foi comprar, mas na volta, a mãe dele resolveu fazer uma visitinha no quarto bem na hora. O coitado ficou mais nervoso ainda. Resumindo, nada aconteceu

Sempre tentamos, e mesmo sem a mãe dele por perto, a pipa dele parece um avião de papel, 2 segundos de voo no pico e logo CHÃO. E ele sempre diz a mesma coisa, fala que é a primeira vez dele e que me ama muito e fica preocupado em fazer direito. Só que acaba não fazendo nada né… Sei lá, como mulher me sinto um lixo.

Eu não sei o que acontece com ele, ele apronta umas façanhas que só pode não ser normal. Veja só o que ele aprontou comigo nesse  fds…

No sábado fui em uma festa junina com minha amiga e ele foi jogar futebol com os amigos. Estava tudo combinado de nos encontrar na casa dele depois e finalmente rolar os finalmente. Super feliz achando que ia rolar o coito desvirginal, mas ele me apronta essa… Cheguei em casa, liguei para ele pra perguntar se estava de pé o combinado e o diálogo foi assim:

– Ele : aconteceu uma coisa muito hardcore eu já te ligo.
*20 min depois*
– Ele: você não tem noção, não tem como eu te explicar por telefone, você precisa ver. Minha irmã viu e está vomitando hauhauahau. (ele rindo).

Desliguei o telefone, pensei “caralho o que ele fez?” e fui para a casa dele.

Cheguei lá, ele pediu para eu não descer do carro, entrou no meu carro e me deu as direções da rua e fomos até uma rua perto da casa dele para ele me mostrar o que tinha acontecido. Já no local ele me conta a seguinte história:

“Então amor, eu estava no futebol com os cara e me deu uma puta vontade de cagar. Joguei mal de tão mal que eu estava passando. Saí do futebol e o meu amigo falou que eu teria uma outra partida, pois não estava completo o time e eu teria que jogar. Eu pensei “putz, e agora?”. Daí fui no banheiro primeiro e me aliviei do grosso, não dava para aliviar tudo porque banheiro de futebol é nojento né. E então joguei a segunda partida e no final começou aquela dor de barriga denovo. Vim embora rapidamente, mas não dava tempo de chegar em casa e estava doendo muito. Então eu abaixei as calças aqui e acabei cagando na frente de uma senhora que estava passando na rua. Olha aqui o meu cocô!!! Caguei, coloquei o capuz e saí correndo com a bunda de fora. Ninguém lá de casa acreditou, daí eu trouxe eles aqui para ver, depois de ver … minha irmã vomitou. kkkkkkkkk “. (ele rindo denovo).

¬¬

OK! Agora alguém me explica a necessidade dele cagar na rua e me levar para ver a merda que ele fez? E A NOSSA NOITE DE AMOR?

Ele sempre foi meio louco e extrovertido e etc etc etc MAS PRECISAVA DISSO? Eu toda serelepe achando que seria uma noite de vitória, mas não. O virgenzinho que eu amo, prefere cagar na rua.

Depois disso quis ir embora na mesma hora e ele insistiu para eu ficar. Acabei ficando de tanto ele insistir. Fui pra casa dele, ficamos deitado na cama por algum tempo, até que o clima começou esquentar. E adivinha?

ELE SAIU CORRENDO PARA O BANHEIRO E ME CONTEMPLOU COM UMA “LINDA” TRILHA SONORA DE TODO SEU SISTEMA FISIOLÓGICO FUNCIONANDO A 100%.

É, gente, não sei mais o que fazer. O que pensar. Não estou sendo compreensível? Estou sendo fresca? Meu Deus, eu amo ele, mas… nossa… essa foi demais pra mim.

aconteceu_comigo

Envie também a sua história (ou a do seu amigo): [email protected]
Envie também a sua história (ou a do seu amigo): [email protected]
anuncie

Blizhost hospedagem de sites
Para comentar você tem que estar logado no facebook. Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário