INSÔÔNIA.com
O melhor jogo online
jan
18
2018

garoto do bueiro

Há tempos que acompanho o blog, primeiramente gostaria de parabenizá-la pelo trabalho, muito bom o blog. Hoje resolvi contar um fato que ocorreu comigo, que é motivo de trauma, um trauma que acho que nem psicólogo resolve kkkkk.

Quando eu tinha 16 anos fui visitar uma tia em outra cidade (passar a férias), aí você sabe, 16 anos, hormônios à flor da pele, até aí tudo bem. Uma semana na casa da minha tia, meu primo me chama pra sair com os amigos deles, no qual eles iriam encontrar umas garotas (ficantes), chegando na praça central da cidade os dois grupos se encontram, casais todos formados, só eu sozinho, aí começa a minha desgraça, uma das garotas resolve chamar outra para fazer par comigo, quando ela chega, pensa em um menina bonita, para vocês terem uma ideia eu acho que sou nota 6 no máximo, e a menina era nota 10. Nem sei como ela ficou comigo… kkkk

Conversa vai conversa vem, beijo para cá beijo para lá, ela me pede pra levar ela na casa dela e disse que os seus pais tinham viajado e ela estava sozinha, aí pensei, é hoje que entro para história, é hoje que o “Malaquias” vai conhecer o que é mulher bonita de verdade, porra ganhei na loteria!!!

Levando ela para casa, passamos por uma rua escura, com pouca iluminação, e ela falando o tempo todo que gostaria que eu passasse a noite com ela, fiquei tão animado e eufórico que no meio do caminho tinha a droga de um bueiro de esgoto sem a tampa e não deu outra, o idiota aqui caiu dentro do bueiro e o resultado foi o pior: bombeiros, guria rindo, hospital e diversos pontos na perna e no final uma baita de uma cicatriz.

Passei o resto do mês na casa da minha tia sem sair de casa, morrendo de vergonha e pedindo para Deus nunca mais encontrar a garota de novo. Eu era moleque e lembro como se fosse hoje da guria rindo da minha cara. Foi triste. Perdi a foda com uma gata e virei motivo de zoeira na minha família. Todo fim de ano, a galera fazia questão de lembrar da história e rir.

Bom, a história não termina aqui. Passou 12 anos do acontecido e no final do ano passado, fui visitar a família como de costume e lá fui encontrar com um amigo meu. A gente marcou de se encontrar no fim de semana.

Quando cheguei na casa dele, ele me pediu um favor, disse que estava saindo com uma garota e iria encontrar com ela a noite, mas chegou uma amiga dela e ela só sairia se arrumasse um par para essa amiga. E amigo que é amigo não empaca a transa de outro amigo, não é mesmo? Então topei.

Chegando no local advinha quem era a guria? Sim. A bendita de 12 anos atrás. Cara, tranquei o cu na hora que vi ela. Morri de vergonha e de medo dela lembrar de mim, fiz cara de lerdo como se não a conhecia (e ela mais bonita ainda).

Barzinho, cinema e fomos para casa do meu amigo, ele entrou com a ficante dele para o quarto e nós ficamos na sala, conversa vai conversa vem, começa a pegação, mas, quando a esmola é muita o santo desconfia… kkk estávamos num amasso danado, tirei a roupa dela e quando fui tirar a minha calça, ela viu a minha cicatriz e gritou:

– Lembrei de você. VOCÊ É O GAROTO DO BUEIRO. Sabia que eu te conhecia de algum lugar.

E riu alto, vestiu a roupa e chamou a amiga dela no outro quarto. A amiga dela e meu amigo vieram e ela contou pra eles que eu era o garoto da história do bueiro. Todo mundo começou a rir. ¬¬

Esse meu amigo, não sabia da história. Agora eu virei de vez O GAROTO DO BUEIRO. KKKKK

Nem rolou mais nada depois. A foda de todo mundo foi empacada pela minha história.

O duro é que agora, além da minha família, os meus amigos também só me chamam de garoto do bueiro de esgoto.

Quem sabe no próximo fim de ano eu finalmente consiga transar com a gata. Ou talvez não era pra ser mesmo. Valeu galera

– anônimo

 

Envie também a sua história! [email protected]

maldito bueiro
maldito bueiro
Dicas
jan
15
2018
Humor / Por: Gislaine Lima ás 22:55

Dá pra corrigir com reboco.

Eu acho.

huahauhauahuahau

eu qdo não quero depender de ninguém para fazer as coisas
eu qdo não quero depender de ninguém para fazer as coisas
se os emojis fossem humanos
se os emojis fossem humanos
jan
14
2018
Humor / Por: Gislaine Lima ás 21:39

Eita porra, se o Paraná não se cuidar, vai perder o título de estado mais v1d4 l0k4! Os goianos estão vindo com tudo, hein!

Confira as notícias e imagens mais bizarras que mostram que a atual Rússia Brasileira corre sérios riscos de perder o título:

Rússia Brasileira

(mais…)

2018 PROMETE
2018 PROMETE
jan
11
2018
Curiosidades / Por: Gislaine Lima ás 16:26

A raça, que oficialmente se chama Lykoi (“lobo”, em grego), acaba de ser reconhecida pela Associação Mundial de Gatos.

O apelido gato-lobisomem é por um simples motivo: sua escassez de pelos. Uma mutação genética característica fez com que sua pelagem seja curta. O resultado é a ausência de pelos em partes específicas do corpo, criando uma espécie de máscara que conecta focinho, olhos e orelhas. A pelagem preta e os olhos geralmente dourados completam o visual que, coincidentemente, Hollywood sempre escolheu para representar os lobisomens.

A raça Lykoi, diferente de algumas raças felinas, não foi geneticamente modificada. É fruto de uma mutação natural que começou a ser notada em gatos nos últimos anos, e que, finalmente foi reconhecida como uma raça devidamente única e categorizada.

“O Lykoi é um gato muito inteligente. Ótimo em brincadeiras que o desafiam”, afirma a AMG. “Às vezes, ele pode demonstrar comportamentos comuns em cães; ele costuma caçar e perseguir como lobos”, completa.

gato-lobisomem

gato-lobisomem

Lykoi

Lykoi

Lykoi

Tá repreendido em nome do senhô
Tá repreendido em nome do senhô
Página 1 de 1.4371234...1.437