INSÔÔNIA.com
Teocracia: Conheça os países atuais cujo governo é baseado na religião
fev
08
2019
Curiosidades / Por: Marcelo ás 15:48

Para quem não sabe Teocracia basicamente é um tipo de governo onde o poder político do país é fundamentado em uma religião.

Pode ser uma figura que representa um deus, uma religião, um conjunto de doutrinas, entre outras coisas.

Em alguns destes países a religião é imposta e a conduta fora dos princípios religiosos não é tolerada. Ou seja, você é literalmente obrigado a seguir a religião do governo.

Conheça os países cujo governo atual é (ou já foi) Teocrático:

1- Vaticano

O menor país do mundo é sede da igreja católica e tem como chefe de estado um Sacerdote: O Papa.

Todo poder político neste pequeno país é fundamentado nos valores e Doutrinas da Igreja Católica.

A função do Papa – o Sumo Pontífice – é chefiar a Igreja Católica e governar o Vaticano com poder absoluto, até a sua morte ou renúncia.

Papa Francisco

2- Andorra

O pequeno país Europeu é governado por um príncipe e um Bispo.

Este país é o único no mundo cujo governo é uma “monarquia” regida por dois Príncipes, ou seja, uma diarquia dividida entre o Bispo de Urgell com, hoje, o Presidente da República Francesa. 

Embora não seja considerado 100% Teocrático, na prática toda a política fica nas mãos do Bispo de Urgell.

Os princípes de Andorra: Bispo de Urgell Mons. Joan-Enric Vives e François Hollande. o presidente da República Francesa.

3- Irã

Neste país vigora o regime dos Aiatolás que são, simultaneamente, sacerdotes e governantes; e sustentam, como objetivo central, a destruição do mundo ocidental por meio de atos terroristas estimulados pelo fanatismo religioso e armas de destruição mundial.

Os Aiatolás são o Conselho dos Guardiões representados pelo supremo Sacerdote. Os Aiatolás podem inclusive demitir o presidente do país caso considerem sua conduta contrária à religião Islâmica.

Aiatolás

4- Outros Países Islâmicos

No mundo atual são mais comuns exemplos de governos islâmicos, como o Irã, a Arabia Saudita, o Afeganistão sob o Talibã, o Paquistão, o Sudão, Mauritâmia, Iêmen.

Neste sistema de governo as ações políticas, jurídicas e policiais são submetidas às Leis Baseadas no Alcorão, a partir do Xaria (ou Sharia).

5- Egito

Mais que um simples rei, o faraó é também o administrador máximo, o chefe militar, o primeiro magistrado e o sacerdote supremo do Egito, sendo considerado de caráter Divino.

Por ser considerado um “Deus” o governo dos Faraós é considerado por muitos como Teocrático.

Os Faraós fazem parte do Egito antigo, onde acreditava-se que eles possuíam poderes absolutos, porém como hoje não há mais ditadura lá, quem governa o Egito é Mohamed Morsi,o atual presidente Egípcio.

6- Estado Islâmico

Embora não seja um país é interessante citar nesta lista o território localizado entre a Síria e o Iraque.

O grupo religioso é conhecido mundialmente por impor medo nas religiões sob seu controle.

Com o rígido controle da sharia, o grupo impõe punições pesadas a todos os que não seguem o Corão, além de perseguir e matar cruelmente qualquer tipo de minoria, como Cristãos, Curdos, Yazidis e homossexuais.

7. Polônia

Em 2015 o partido ultraconservador Lei e Justiça, liderado pelo nacionalista e ultracatólico Kaczynski, venceu as eleições e desde então a Polônia vem se tornando cada vez mais teocrática.

Isso vem acontecendo com muitas medidas sociais e com uma profunda reformulação do Estado. A primeira mudança, foi a reforma da Justiça − com a aposentadoria forçada de 30 juízes do Supremo − que inclusive despertou o alarme das instituições da União Européia, que advertiram a Polônia contra seus excessos autoritários. Mas foi inútil.

O PiS (partido Lei e Justiça) e seu líder, Jaroslaw Kaczynski, apresentam-se como os verdadeiros defensores da tradição e da família. A promoção das origens cristãs e democratas é a base de sua ideologia, mas o partido também difunde um discurso de ódio contra o multiculturalismo, as mudanças sociais, os gays, o feminismo e até os ecologistas.

Kaczynski afirma que com sua “revolução patriótica” drenou o pântano da política polonesa e devolveu o país a Deus. Quer uma Polônia católica idealizada, desprovida de qualquer vestígio de comunismo e do liberalismo social ocidental. 

Jaroslaw Kaczynski
Será que o Brasil vai entrar para essa lista?
Será que o Brasil vai entrar para essa lista?
anuncie

Blizhost hospedagem de sites
Para comentar você tem que estar logado no facebook. Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário