INSÔÔNIA.com
O melhor jogo online
jul
08
2008
Sem categoria / Por: Gislaine Lima ás 20:16
Uma cidade de Taiwan estabeleceu nesta semana medidas sanitárias para tentar diminuir as 340 toneladas de “mau cheiro” produzidas diariamente na região.

A cidade de Tainan pede que o papel higiênico usado seja jogado nos vasos sanitários, e não nos lixos apropriados.

“Um hábito antigo é jogar o papel nas latas de lixo ao lado do vaso sanitário, o que causa um mau cheiro que prejudica a saúde pública”, diz Chang Hwang-jen, diretora do departamento de Proteção Ambiental.

O sistema de esgoto de Taiwan pode suportar a descarga de papel sem entupir os canos, o que representa uma ruptura com o passado. Tradicionalmente, a população da China e de Taiwan não tem o hábito de jogar o papel no vaso sanitário com medo de causar entupimentos.

Segundo as autoridades, o novo hábito pode representar economia para a cidade, que tem 764 mil habitantes e sofre com as toneladas de papel higiênico não-reciclável.

Fonte:G1

Informação
Informação
jul
07
2008
Sem categoria / Por: Gislaine Lima ás 18:25
Parentes e amigos tomaram um susto quando souberam: Fabiano e Ana Paula, aquele casal de brasileiros que se conheceu na Escola de Comunicação da UFRJ em 1996, estão indo para a guerra do Iraque.

Os dois se alistaram no Exército norte-americano no ano passado e seguem agora para Mossul, no noroeste do país, onde dizem não haver guerra química, biológica e/ou nuclear (áreas em que se especializaram). “Nosso esquadrão deve cuidar de processamento de prisioneiros e do escorte de comboios”, explicou Fabiano ao G1, por e-mail.

Apesar de terem assustado as pessoas mais próximas, os dois não sentiram reprovação pela decisão. “A maioria deles (parentes e amigos) cai em ‘não vai morrer numa guerra’. Eu rio e dou de ombros, pois tenho mais chance de morrer num acidente de trânsito do que de tiro ou bomba. Ademais, soldado vai pra guerra. É o que fazemos. Quem vive pela espada, aprende a viver com a idéia de não ser imortal”, disse Fabiano, que pediu que o sobrenome dos dois não fosse publicado para não gerar problemas entre os militares.

“Preocupação com segurança pessoal, todos temos. Mas as estatísticas não são ruins. Morre muito mais gente em acidente de tráfego em qualquer cidade, do que soldados por tiro ou bomba, como mencionei. Tecnicamente, se você entra no seu carro em Sampa, indo para seu trabalho de manhã, você corre mais risco do que a maioria dos soldados. Óbvio, isso tudo, estatisticamente”, disse Fabiano.

Academia
O interesse em entrar para o Exército, segundo Fabiano, veio de suas pesquisas acadêmicas. “Minha tese é sobre conflito assimétrico, então entrar pro grupo que lida com isso faria sentido. Acabamos nos alistando em 2007 – foi meio louco, eu fui para me alistar, ela disse que também queria, do nada”, contou.

Segundo Ana Paula, o que a levou a tomar esta decisão “do nada” foi “a aventura, querer passar pelo treino e ver de dentro como é a vida no Exército. Tinha uma idéia de que iria pro Iraque, mais cedo ou mais tarde, mas acabou sendo ‘mais cedo'”, disse ela.

“Preferiria ir para o Afeganistão”, disse Fabiano. “No entanto não se escolhe para onde se vai; o Exército diz ‘vá’ e você diz ‘vou’. Ir ao Iraque é, atualmente, uma conseqüência de alistamento no Exército; todos irão, eventualmente.”

Tropa de elite

Para poderem ir para uma zona de guerra, Fabiano e Ana Paula enfrentaram um treinamento pesado: nove semanas de uma vida dura, isolada. “A parte mais difícil foi ficar sem contato com exterior; não tem televisão, telefone, email etc. Só cartas”, disse Fabiano.

Além da exaustão mental, há os exercícios físicos. “Tantas dietas sensacionais em anúncios de televisão, e ninguém sabe que a melhor forma de perder peso é se alistar. Você acorda às 4h, com sorte, e vai dormir às 22h. Marchas com armadura e capacete (45kg), mochilas (outros 20kg), rifle (4kg), por 15 km. Muitos não passam deste estágio”, explicou.

Há ainda um treinamento especializado. “Treinamos tiro, técnicas de combate, primeiros socorros. O mais importante para mim foram os ‘briefings’ sobre comportamento no Oriente Médio”, completou Ana Paula.

‘Brasucas’

“Não é muito comum ver ‘brasucas’ no serviço, então chamamos alguma atenção”, contou Fabiano. “Nós falamos um português mesclado com inglês (portuglish?) em casa, carregamos nossa bagagem cultural, fomos definidos por termos crescidos no Brasil”, disse ressaltando sua ligação com o país natal, mas sem querer ser rotulado por ter nascido no Brasil.

“Eu acredito em mistura de etnias, e que cultura importa mais que um acidente de nascimento.”

A recepção deles pela nacionalidade, entretanto, costuma ser boa. “Já não existe tanta desinformação quanto antes; sabem que não se fala espanhol no Brasil, e tal. As reações são positivamente amigáveis, quando descobrem que somos brasileiros. Perguntam sobre carnaval e futebol, quando descobrem que sou do Rio. O de sempre.”

Fonte:G1

Informação
Informação
jul
06
2008
Sem categoria / Por: Gislaine Lima ás 19:12
A maioria dos moradores de São Paulo e do Rio aprova a chamada lei seca, que proíbe os motoristas de dirigir depois de beber, mostra pesquisa Datafolha publicada na edição deste domingo da Folha (a íntegra da reportagem está disponível para assinantes do UOL e do jornal).

O índice de aprovação é o mesmo –86%. Em São Paulo, 11% dizem ser contra a lei e no Rio, 12%. Segundo a pesquisa, 2% em cada uma das cidades disseram ser indiferentes.

A reportagem mostra que a aprovação é maior entre os pesquisados que não bebem (91%) do que entre os que declararam tomar bebidas alcoólicas mesmo que de vez em quando (79%).

A pesquisa foi feita entre quinta e sexta-feira com 1.085 eleitores maiores de 16 anos em São Paulo (margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos) e 812 no Rio (margem de erro de quatro pontos percentuais).

Operação

A PM (Polícia Militar) de São Paulo realizou entre a noite de ontem e a madrugada deste domingo a continuidade da Operação Direção Segura, contra o consumo de bebidas alcoólicas por motoristas. Até as 9h20, não havia sido divulgado um balanço.

Entre a noite de sexta-feira (4) e a madrugada de sábado, a PM deteve cinco pessoas e multou 66 motoristas por infrações de trânsito diversas.

Dos 266 motoristas abordados pelos policiais, 115 foram submetidos ao teste do bafômetro. A PM também fiscalizou 107 veículos e oito motos.

Um levantamento realizado pela Secretaria Estadual de Saúde em três importantes hospitais localizados na cidade de São Paulo aponta queda de 19% no número de atendimentos prestados às vítimas de acidentes de trânsito na vigência da lei seca.

Fonte: UOL

Informação
Informação
jul
05
2008
Sem categoria / Por: Gislaine Lima ás 22:50

SÃO FRANCISCO, EUA, 3 Jul 2008 (AFP) – Vários focos de incêndio avançavam neste sábado no norte da Califórnia, ameaçando residências e hotéis, obrigando a evacuação de moradores e hóspedes, informaram fontes oficiais.
Pelo menos 1.800 focos de incêndio foram registrados na Califórnia desde o dia 20 de junho, destruindo 204.000 hectares de matas e vegetação seca nas montanhas próximas ao litoral e no centro do estado, que enfrenta uma seca recorde.

O Serviço de Emergência da Califórnia informou que 1.414 focos estão contidos, mas há outros 28 incêndios sem controle que ameaçam vidas e cerca de 11.300 propriedades.

Segundo o porta-voz do serviço de emergência, Greg Rennick, foram mobilizados 20.254 funcionários, por todo o estado, para ajudar a combater as chamas.

A situação mais crítica ocorre na região de Basin Complex, onde há uma linha de chamas de mais de 24 mil hectares, que sitiou a zona turística de Big Sur, 193 km ao sul de São Francisco, sobre o oceano Pacífico.

Uma porta-voz do serviço de emergência do condado de Monterey disse que os incêndios nesta região avançam em todas as direções, ameaçando 1.377 residências.

Na zona de Monterey já foram destruídas 17 casas.

O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, ordenou na quarta-feira a evacuação de mais de 200 moradores do balneário de Big Sur, diante do avanço das chamas.

Os incêndios começaram em 20 de junho, após uma tormenta elétrica. Até o momento, não há vítimas fatais, mas as chamas já destruíram 29 residências, uma loja e outros 21 prédios.

Hoje, o presidente George W. Bush decretou o estado de emergência na Califórnia e liberou uma ajuda federal para o Estado.

Fonte: Uol

Informação
Informação
jul
01
2008
Quinze camelos e duas zebras, além de diversas lhamas e porcos, fugiram de um circo que faz temporada em Amsterdã na manhã desta segunda-feira.

“Suspeitamos que uma girafa abriu com um coice a tranca do local em que os animais estavam”, afirmou a polícia holandesa em um comunicado.

Segundo as autoridades, os bichos não foram muito longe. Pouco depois da debandada, eles foram capturados ainda nos arredores do circo e reconduzidos ao cativeiro.


Fonte: Uol

Caso seja provado que foi mesmo a girafa quem cometeu o crime, o governo terá de construir uma cela especial… hauhauahua

Informação
Informação
Página 6 de 61...3456