INSÔÔNIA.com
O melhor jogo online
Pra não dizer quer não falei do Osama
maio
02
2011
Leitura da Noite / Por: Coruja ás 16:19

Opa, e aí povo?

Eu não tinha a intenção de falar na morte do Bin Laden. Não que não seja importante, é que já tem tanto site, TV e blog falando nisso por aí que eu não queria ser “mais um”. Mais aí me fizeram uma pergunta interessante no Twitter: precisava ter matado o sujeito? Não teria sido melhor levá-lo a julgamento, como se faz com todos os outros criminosos?

Não tenho opinião formada ainda, mas tenho argumento para as duas situações: ao invés de matar, poderiam sim ter prendido e levar a julgamento, assim como fizeram com o Saddan (que acabou morrendo, também… ¬¬) e outros vários. Mas tem um outro lado: não estamos falando de qualquer criminoso, nem de um terrorista burro que amarra dinamite na cintura e se mata pra encontrar virgens no Paraíso: estamos falando no chefe desses malucos. Um homem que não tem o menor sentimento de culpa, que manda matar simplesmente pra ter o prazer de atingir o Ocidente. Não tem como negar que o barbudo era o homem mais perigoso do mundo. Aí fica a pergunta? Fizeram certo em matar? Não fizeram? Não sei!

Outra coisa: não é uma guerra contra o Islã. Pelo que conheço, o Islamismo é uma religião pacífica e que prega coisas bem diferentes do que esses doidos estão fazendo no Oriente Médio. A guerra é contra o Terror, não contra uma religião.

Pronto, falei. Agora é com vocês!

Bái! @wesleytalaveira

Bin laden, Osama, terrorismo, Weslley Talaveira
Bin laden, Osama, terrorismo, Weslley Talaveira
Dicas

Blizhost hospedagem de sites
Comenta aí, coruja! Para comentar você tem que estar logado no facebook. Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário