INSÔÔNIA.com
O melhor jogo online
ACONTECEU COMIGO #72
out
16
2015

aconteceu-comigo1

Fala Gi! Depois de anos acompanhando seu blog e rindo litros de todas as histórias, decidi contar a minha que aconteceu há pouco tempo.

Então, eu moro em uma cidade distante 340 Km da cidade da minha melhor amiga, que fica também em outro estado (ela se mudou para estudar). E no aniversário dela, fui até la comemorar com ela. No primeiro dia eu estava muito cansada e não queria sair neeem fodendo, também estava triste porque gostava muito de um carinha que trabalhava comigo e ele nem aí pra mim.

Maaaas, depois de muita insistência da minha amiga e da prima dela, saí com elas para a inauguração de uma boate nova. Aquilo pra mim estava um saco porque eu estava acostumada com outro tipo de balada. Comecei a tomar umas doses de tequila para amenizar aquele meu mau humor e depois de uma hora que havíamos chegado, começou a tocar uma banda de pagode, e aí que minha sorte começou a mudar. Quando eu olhei pro palco, mirei em um dos músicos e disse: é ele!

Fiquei paquerando aquela gracinha o show inteiro. Fiquei louca de tesão por ele. Sabe quando vc vê um homem e cisma que quer dar pra ele? E meu querido, mulher quando quer dá, ela dá! E nem saí de casa preparada, dane-se, eu queria só dar pra ele.

Quando o show se encerrou eu os segui até o camarim e fui direto no gato que havia flertado o show todo e, para minha surpresa chega uma “piriguete” e começa a beijá-lo. Mas isso não zerou a minha esperança (mulher qdo quer dá, ela dá..rs), então fui até o produtor dele e pedi um contato para fechar show, disse a ele que iria levar a banda para minha cidade e ele se empolgou.

Depois de falar com o produtor, fui até o gato e disse: eu vou levar sua banda para minha cidade, mas com uma condição: você tem que ir solteiro! E o gato fez aquele sinal de promessas beijando os dedos cruzados (HOMENS… amo eles!).

Cara, quem era eu para trazer uma banda para minha cidade?? Eu mal saía, porém conhecia muita gente influente… Vim embora pensando naquele Deus Grego de um metro e sessenta e cinco (sim, ele é baixinho), super estiloso!! Sério, eu fiquei com uma imensa vontade de dar loucamente para ele…

Pois bem, com uma semana que eu havia chegado, passei o contato do produtor para um amigo que organiza as baladas de uma das boates mais badaladas da cidade e, advinha? Na outra semana a banda estaria na minha cidade e eu mal podia acreditar ou esperar… (tudo isso pela vontade de dá… mulher qdo quer… já sabe…)

Chamei uma galera e fui pra balada vê-lo tocar novamente, foi lindo o show. Tomei mais tequilas, enquanto o imaginava pelado e ereto na minha frente. Fiquei ansiosa para que ele descesse logo do palco para eu poder grudar naquela boca o resto da noite.

Depois de eles atenderem os fãs, todos saíram do camarim e finalmente ficamos só. Rolaram vários beijos e amassos ali mesmo, o tesão era tanto que daria pra ele ali mesmo, até o sol nascer. Mas estávamos no camarim e qualquer pessoa poderia entrar ali. Então olhei para o lado, vi o banheiro e pensei: vai ser ali. E foi!

Ele era tão louco quanto eu para topar. E naquele amasso todo eu senti que ele estava bem animado e como eu estava de saia, ele levantou e começou a me chupar… que língua destruidora! que tesão! Naquele banheiro, fui ao céu em segundos e então retribuí o carinho pagando um boquete bem gostoso. O clima esquentou e, eu queria que ele me pegasse de quatro, mas ele me diz que estava sem camisinha e que tem medo…

Pooooxa, eu também estava sem tomar remédio há mais de um ano (tempo que estava solteira). Droga! E agora?

Então ele diz: só se puder atrás. Ele falou com tanta desesperança, achando que eu não toparia e já triste e decepcionado por ter esquecido a camisinha, isso pq ele não sabia que eu curtia, mal sabia ele que às vezes eu curto até mais que na frente… kkkkkk.

E foi! Ficamos ali, ele comendo meu cu e ao mesmo tempo massageando lindamente meu clitóris… Puta tesão! Até que uma louca começou a bater na porta (empata foda) e tivemos que parar e sair do banheiro os dois. Nisso o pessoal tinha parado de tocar e o camarim estava cheio de gente. Saí dali sem nenhum constrangimento…

Depois que saímos, cada um foi para um lado, eu fui ficar com meus amigos e ele foi ficar com a banda. Depois, como também conhecia os meninos da banda, fui ficar perto deles e quando chego lá, me deparo com o gato beijando uma guria, não me esquentei e comecei a rir por saber que ela estava beijando minha xereca de tabela kkkkkkkk

Ele a largou quando me viu chegando, não sei pq motivos ela veio querer confusão comigo, então logo soltei: fofa, eu estava com ele no banheiro desde o final do show! Acabei de gozar na boca dele!

A guria saiu com ódio no olhar e o gato ficou chateado, mas nem liguei. Depois que aquela loucura acabou e ele foi embora lembrei que o gato não tinha gozado, e então me bateu aquele sentimento de impotência (sim, mulher tem isso).

Dois meses depois, voltei àquela cidade e tinha uma só missão: fazer gato gozar! Fui a um show dele e no final nos encontramos, larguei minha amiga com o namorado e saí com ele de táxi para pegar o carro dele que estava bem distante.

Depois de pegar o carro, ele perguntou onde eu queria ir e eu logo disse: Para o primeiro motel que você achar! (mulher de atitude: o mundo precisa). Só que o gato disse que estava sem dinheiro, e eu, sem problemas nenhum, paguei o motel da noite e com muito prazer, porque valeu muito a pena, ele fez valer a pena, nós tínhamos uma cama dessa vez pra fazer tudo o que queríamos, ele me pegou de quatro como nenhum outro homem havia me pegado e me fez ter orgasmo em menos de dois minutos, e mesmo assim eu o fiz gozar e lavei minha honra! Ficamos 10 horas no motel. Gozei várias e várias vezes. Foi ótimo!

Passaram-se quatro meses e ele voltou à minha cidade, dessa vez em outra boate e adivinhem? Demos uma rapidinha dentro do banheiro de novo, e de novo no furico pq não tinha camisinha. E dessa vez o produtor dele nos flagrou. Vergonha? Tive um pouco, mas gozei de muito alegria! Gente, como explicar tanto tesão por uma pessoa assim? Ainda temos contatos e vez ou outra marcamos uma aventura sexual. Nada mais que isso. Que é tudo!

Aguardo os próximos capítulos! bjs

– R. L.

 

Envie também a sua história: [email protected]
Envie também a sua história: [email protected]


Blizhost hospedagem de sites
Comenta aí, coruja! Para comentar você tem que estar logado no facebook. Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário