INSÔÔNIA.com
ACONTECEU COMIGO #49
abr
11
2014

Prefiro não me identificar, pode me chamar de Loira do RH. Às vezes me pergunto como as pessoas conseguem criar determinadas situações. Aconteceu um fato comigo, há algum tempo. Eu poderia dizer que foi com uma amiga minha, mas não foi. A cagada foi minha mesma.

Entrei numa dessas lojas de departamento em busca de uma cinta modeladora que fosse do pescoço ao tornozelo, óbvio que não encontrei. Fiquei feliz ao encontrar um body modelador que colocasse tudo no lugar dentro de um vestido comportado. O body era tamanho 36 e eu decidi que entraria nele de qualquer jeito. Fui no vestiário experimentá-lo. Estica daqui, puxa dali e pronto! Vesti o body, fiquei com uma cintura de 60cm, sonho de consumo de qualquer mulher.

Daí pensei:

– Esse troço faz milagre! Caralho! É perfeito. Isso vai ficar bom com qualquer roupa, VOU LEVAR!

Decidi comprar o body, mas pra isso antes precisava tirá-lo. QUEM DISSE QUE O BODY SAÍA???
Estica daqui, puxa dali e nada. Só pensava em como eu sairia daquela situação, queria muito ter uma tesoura dentro da bolsa. Já estava imaginando o corpo de bombeiros chegando e me tirando de maca entalada no body. Queria simular um desmaio ou uma morte súbita de 5 minutos, mas nem morrer eu poderia naquela situação patética.

Ajoelhei chorando, juntei as mãos e pensei:
-DEUS, me tire de dentro desse body, ME DESENTALA e eu nunca mais peço nada, juro!

Levantei, juntei as poucas forças que eu tinha, enfiei os braços por dentro do body, me contorci como uma ginasta, alonguei músculos que nem imaginava que existiam, forceeeeeeei e PLUFT! Não, o body não saiu. O que saiu foi bosta. Sim, me caguei de tanta força que eu fiz. Puta merda! Aquele maldito body comprimiu todo meu intestino. Agora eu quis morrer de verdade, já estava na merda mesmo, foda-se se saísse no jornal do dia seguinte “Fulana morre entalada e cagada em body 36”.

Respirei fundo, mesmo sentindo aquele cheiro de merda, e só pensei numa maneira de sair dali. Vesti a minha roupa por cima, chamei minha amiga e disse pra ela pagar o body e dizer que eu gostei tanto que já ia sair dali usando-o.

Minutos depois saí do vestiário, sem olhar pra ninguém e fui embora pra casa. Em casa cortei o maldito com a tesoura e finalmente me livrei daquilo. Além da bosta avassaladora, ganhei duas manchas roxas nos braços de tão apertado que era. Me falta o ar só de lembrar!

Serviu de lição, nunca mais tento enfiar o Rio de Janeiro em Paquetá! Só da merda!

aconteceu_comigo

Envie também a sua história (ou a do seu amigo): [email protected]
Envie também a sua história (ou a do seu amigo): [email protected]
anuncie

Blizhost hospedagem de sites
Para comentar você tem que estar logado no facebook. Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário