INSÔÔNIA.com
Aconteceu Comigo #20
out
21
2012

Estava eu, em casa sem fazer absolutamente nada num sábado qualquer, até que um amigo meu me convidou para ir numa festa de uma amiga dele.  Não somente eu, mas também convidou outros amigos nossos.

Até então, maravilha, me arrumei e tals… Chegamos na festa, que por sinal estava muito ruim, mas a dona super receptiva, atenciosa, se preocupava com o bem estar de todos.

Fomos num total de 7 pessoas para festa, 5 homens e 2 meninas… levamos um Narguilhe ou Arguilhe ou sei lá como vocês chamam…para poder jogar fumacinha pro alto. Sabe como é…

Nesse momento tudo estava nos seus conformes, daí começamos a brincar de passar fumaça um na boca do outro, intercalando homem e mulher… Claro!

A festa continuou rolando, e todos ja sabiámos que o JOÃO (Nome Fictício), o amigo que me chamou para ir na festa, ia ficar com uma das meninas que estava la, porém eu não imaginei que aconteceria o que aconteceu.

A noite foi passando, então decidimos todos ir para a casa do “JOÃO”, demos BYE BYE para a dona da festa, agradecemos e vazamos. Era de Madrugada e ninguém queria ir para casa aquela hora, então decidimos dormir na casa do João e ir embora pela manhã.

A casa dele, porém, é um OVO de pequena, todos iam dormir na sala: A sala, para vocês terem uma ideia, se entrar 3 pessoas, parece o metrô no horário de pico de tão cheia, e estavam dispostos a dormir 7 pessoas ali…

Demos nosso jeito, tiramos o sofá e ajeitamos o chão para todo mundo. Nos colchões estava o João, a menina que ele ia ficar, EU, outro amigo, uma menina e os outros dois amigos. Todos estavam virados para cima, e eu era o único do lado contrário, na direção dos pés…

A noite foi caindo, depois de muita zuação, conversas, risadas, decidimos dormir. Um tempo depois, olhei para o lado do João e reparei um leve e muito discreto movimento de vai e vem… xiii, tá rolando alguma coisa ali.

Na hora eu fiquei gelado, fiquei um tempo olhando para ter certeza que não era coisa da minha cabeça pervertida. Os minutos foram passando e o movimento continuou. Todos já estavam dormindo só eu que não.

Passou uns 10 minutos, a menina sentou e sussurrou para ele: “Onde está sua Camisa?”
E ele respondeu: “Está ali” …

Ela então tirou a blusinha que estava usando, totalmente sem sutiã e se inclinou para pegar a camisa dele, os peitos dela vieram parar na minha face, se eu colocasse a lingua para fora, eu lambia os mamilos dela. Foi uma cena muito engraçada…

Ela pegou a camisa dele, que até hoje não entendi porque, e depois começaram o vuco vuco… tudo de baixo das cobertas, na frente de todo mundo.

Rapazzz, as coisas esquentaram de um jeito. Até o cobertor voou longe. O João catou a menina, colocou uma das pernas dela para cima, e começou sem dó… e eu vendo tudo de camarote. Eu ali, exatamente a uns 30 centímetros de toda a ação enxergando até o útero da menina e infelizmente, o pênis dele também…

Posições e mais posições, coisa de louco, eu vendo tudo e fingindo que estava roncando. kkkkkkk

Até que eles fizeram a posição de Conchinha… Essa posição foi critica até mesmo para mim. Ele se posicionou atras dela e começou os movimentos, ela ergueu a perna e colocou em cima de mim…eu pensei: WTF?????

Meu colega bombando nela, ela indo para frente e para trás nos movimentos dele. E adivinha? Eu TAMBEM, parecendo um bonecão de Olinda sendo jogado para frente e para trás…

Sem contar que eu fiquei pensando em matematica, física, biologia, câncer, em tudo, porque ela estava esfregando aquela perna em cima do meu Jovem Amigo, fiquei morrendo de medo dele ficar duro. Imagina??? kkkkkkkkkk

Depois de muito tempo, o João gozou e a paz voltou a reinar. No outro dia, todo mundo acordou com cara de Poker Face, os dois lá, todo alegre porque dormiram bem. A menina ainda teve a cara de perguntar se eu tinha DORMIDO BEM!!! ahh vá…

Envie também a sua história (ou a do seu amigo): [email protected]
Envie também a sua história (ou a do seu amigo): [email protected]
anuncie

Blizhost hospedagem de sites
Para comentar você tem que estar logado no facebook. Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário