INSÔÔNIA.com
Aconteceu Comigo #19
out
14
2012

A história na verdade aconteceu com um amigo de um primo meu (Estou parecendo o Doug Funnie falando: “Eu tenho um amigo, mas não sou eu!” O.o É sério!)

Meu primo e uns amigos tinham um outro amigo que era meio caipirão… Não lembro o nome dele. Para não ficar escrevendo no texto “O amigo do meu primo”, vamos chamá-lo de Adauto (isso. O mesmo do Oioioi. Fala besteiras, é engraçado, mas vive fazendo merda).

Era aniversário do Adauto. Meu primo e meus amigos tiveram uma brilhante ideia de pregar uma peça nele. Isso mesmo, uma pegadinha do Mallandro para o Adauto.

Chegamos nele e falamos:
– Adauto, como hoje é seu aniversário, queremos te dar um presente. A gente vai te pagar uma puta para você se divertir. Topa?

O Adauto ficou todo feliz e topou na hora. Mas o que ele não sabia é que a puta não era bem uma GAROTA de programa. E sim um traveco, que um dos amigos do meu primo conhecia. Segundo o meu primo até o Ronaldo pegava, pois deixava dúvidas.

Perguntamos para o traveco se ela (ou ele) fazia programa. Ele disse que sim. Explicamos para ele que era aniversário do Adauto e que iriámos pagá-lo para pregar uma peça no Adauto. O traveco chegou a perguntar se o Adauto curtia travestis. Mas falamos para ele:

– Nossa intenção é pregar uma peça nele. Faz o seu. Tenta fazer de tudo para ele não desconfiar de nada. Apaga a luz, não deixa ele encostar em você… vamos ver até onde ele vai. Ele vai pensar que você é mulher, então você diz que só vai dar o cu e pronto. Tudo bem?

O traveco topou! Pagamos ele e mais tarde levamos o Adauto para seu encontro, o “melhor presente de aniversário de seus melhores amigos”. haha

Levamos o Adauto pro local de trabalho do Traveco. Ele não desconfiou de nada a princípio. Demos risada e fomos embora.
No dia seguinte, ansiosos fomos encontrar com o Adauto para saber as novidades…

– E aí, Adauto? Curtiu o presente?
Ele respondeu:
– Poxa, vocês são foda, hein!
– Hahaha, vai dizendo logo, vai. Você curtiu sim que eu sei. E aí? Comeu?
Aí vem a resposta surpreendente:
– Comi.
– Comeu??? Como assim??? Agora conta!

Ele contou o que aconteceu:
– Bem, vocês me deixaram lá… o traveco foi chegando em mim, pediu pra eu ficar quietinho e começou a tirar minha roupa. Ela apagou a luz e até aí eu não desconfiei de nada. Aí eu fui tentando pegar nela e ela escapava. Bem, ela me jogou na cama, começou a me chupar. Eu percebi que ela tirou a roupa, segurou minhas mãos pra trás e subiu em cima de mim. Ela disse que só ia fazer atrás naquele dia porque era mais apertado e mais gostoso. Bem, continuei sem desconfiar. Quando a gente estava lá no bem bom comecei a sentir uma cócega na minha barriga. Eu me desvencilhei dela, e acendi a luz assustado. O interruptor ficava na parede atrás de mim. Quando acendi a luz eu vi o pinto do traveco na minha barriga. Cara, era maior que o meu. Já estava quase entre os meus mamilos.

Bem, foi só risada. Aí meus primos e os amigos dele perguntaram:
– E aí? O que você fez?
– Ah, como eu já estava lá… só apaguei a luz e terminei o serviço, oras!
Poker face! O que era pra ser uma trollada acabou sendo um presente mesmo! kkkkkkkkkk

Bom, esse foi o “aconteceu com um amigo de um amigo meu”. Espero que tenham gostado!

.

*** História enviada pelo leitor Bruno Aveiro.

Envie também a sua história (ou a do seu amigo): [email protected]
Envie também a sua história (ou a do seu amigo): [email protected]
anuncie

Blizhost hospedagem de sites
Para comentar você tem que estar logado no facebook. Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário