Tecnologias mortas nos anos 2000 | Blog Insôônia
O melhor jogo online
Tecnologias mortas nos anos 2000
jan
19
2010
Textos / Por: Gislaine Lima ás 18:57

1. Disquete

Vamos relembrar o que era ou é (para alguns) essa peça rara? Se que ainda alguém usa isso… O disquete é um disco de mídia magnética removível, para armazenamento de dados. Os disquetes foram os primeiro transmissores de vírus de computador, no fim dos anos 80, o Vírus Ping-Pong, Vírus Stoned, Vírus Jerusalem e Vírus Sexta-Feira 13 eram disseminados através do disquete. Que contaminava o PC quando inserido na máquina, e após contaminar ele contaminava qualquer outro disquete sem vírus que fosse inserido no drive do PC. Até o surgimento na Internet, o disquete era o único meio de propagação de vírus que existia.

2. Discman

Discman foi o nome dado pela Sony ao primeiro leitor de CD´s portátil, entrando no mercado para substituir o walkman. O produto foi lançado em 1984. No começo de sua vida útil obteve bastante sucesso, mesmo com seu preço de venda sendo muito alto (na maioria dos países era possível comprar um aparelho de CD doméstico comum pagando o mesmo preço), portanto era um artigo de luxo. Um fator que prejudicou o seu prestígio foi o grande consumo de pilhas que ele requeria, e a primeira versão do aparelho era grande e pesada. Atualmente foi superado pelo MP3.

3. Zipdrive

O Zip drive é um sistema de disco removível de média capacidade, introduzido pela Iomega em 1994. Foi baseado no sistema Bernoulli Box da própria Iomega; em ambos os sistemas, um jogo de cabeças de read/write montado em atuadores lineares flutuando em cima de um disquete girando rapidamente montado em um cartucho robusto.

Eu ainda uso o Zip Drive. 😛

4. Palmtop

Personal digital assistants (PDAs ou Handhelds), ou Assistente Pessoal Digital, é um computador de dimensões reduzidas (cerca de A6), dotado de grande capacidade computacional, cumprindo as funções de agenda e sistema informático de escritório elementar, com possibilidade de interconexão com um computador pessoal e uma rede informática sem fios – wi-fi – para acesso a correio electrónico e internet, mas a geração de smartphones matou seu primo mais velho e menos útil.

5. CD-R

Um CD-R (do inglês Compact Disc – Recordable) é um disco fino (1,2mm) de policarbonato usado principalmente para gravar músicas ou dados. Essa mídia de gravação veio para substituir o espaço que já foi um dia das fitas cassete e dos disquetes de 1,44MB, mas um simples pendrive assassinou toda uma geração de CD-Rs e vamos combinar que não farão muita falta falta.

Via Blogando Notícias

Gislaine Lima
CD-R, Discman, Disquete, Palmtop, Tecnologias mortas, Zipdrive
Gislaine Lima
Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário

Todos os direitos reservados - 2016
Todos os direitos reservados - 2016