Restaurante extrapola na pimenta para entrar no ‘Guinness’ | Blog Insôônia
O melhor jogo online
Restaurante extrapola na pimenta para entrar no ‘Guinness’
jul
14
2008
Sem categoria / Por: Gislaine Lima ás 12:55
Um restaurante de Londres serviu na quinta-feira (10) aquele que espera ser a comida mais picante do mundo – o objetivo é colocar essa invenção no livro “Guinness” dos recordes. O prato foi considerado, por seu próprio criador, “muito extremo” para ser mantido no cardápio.

O chef Vivek Singh, do The Cinnamon Club, usou entre outros ingredientes a pimenta Naga e suas sementes para criar o Bollywood Burner, um prato que tem como base carne de carneiro. Essa pimenta já entrou para o “Guinness” como a mais picante do mundo.

O tempero é tão forte que os clientes tiveram de assinar um termo antes de comer, reconhecendo os riscos de sua escolha. A confirmação se o prato vai ou não entrar para o “Guinness” sai em três semanas.

Na escala Scoville, que mede quão picante são as pimentas, a Naga chega a 855 mil. Isso representa mais de cem vezes o valor da Jalapeño, que chega a 8 mil. “Encontramos uma lista com as dez mais picantes de decidimos usar algumas delas. Acho que será o tempero mais forte do mundo”, disse o chef, lembrando que a alternativa será tirada do cardápio.

“Suspeito que tenha sido a coisa mais picante que comi. Estava bom, era realmente possível sentir o gosto dos temperos”, afirmou o estudante Toby Steele, 19, de Brighton. A jornalista Lianne la Borde, do “Daily Star”, confirmou: “é o prato mais picante. A princípio, achei delicioso. Depois minha boca pegou fogo e cheguei a ficar tonta.”

O também jornalista James Ellis, do “Metro”, disse que sua boca se transformou no inferno. “Meus batimentos cardíacos, que começaram a 68 por minuto, chegaram a 128. Isso equivale a fazer exercícios aeróbicos”, concluiu.

Fonte:G1

Gislaine Lima
Informação
Gislaine Lima
Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário

Todos os direitos reservados - 2016
Todos os direitos reservados - 2016