Peripécias de um Motel #12 | Blog Insôônia
O melhor jogo online
Peripécias de um Motel #12
ago
12
2011

E aê seus lindos!

Prontos para mais uma Peripécia?

Maaaaas primeiro segue eu lá no ‘Tuiter” @aline_leitte

Semana passada, deixei as seguintes histórias para serem votadas:  Pocket Histories, Os dois Japoneses e Festinha Privê.

A mais votada fooooooooooooooooii:

Os dois japoneses

Aviso aos navegantes! Se você mulher ou homem que está acima do peso, se sentir ofendido por algo que escrevi aqui, por favor reveja seu conceito. A melhor coisa desse mundo é saber rir de si mesmo! Digo isso com propriedade, pois não sou nenhum modelo de Gisele Bündchen! Há #ficaadica

Let’s go?

Os dois japoneses

Tal fato aconteceu no meu 3º dia de treinamento no Motel. Ou seja, logo no começo já sabia o que me esperava!

Estava trabalhando em um sábado a tarde, um super movimento. Junto comigo trabalhava outra recepcionista que também estava em treinamento. Lá pelas tantas da tarde, encostou um carro com dois japoneses (arrisco em dizer que estavam meio bêbados, afinal não paravam de rir!) em um português cheio de sotaque,  pediram uma suíte, mas a todo momento diziam que eram homens que estavam esperando suas acompanhantes.

“Ele não é meu namolado não viu, não é…”

Obs: Não sei por que alguns japoneses falam feito o Cebolinha, vai entender!!!

Devo ter olhado com uma cara do tipo “Aham Claudia, senta lá!! ”. Os dois japoneses foram rindo para a suíte deles e eu meio receosa, afinal aquilo tudo era novo pra mim!

Logo depois, chegou um carro com as duas acompanhantes. Meu senhor! Na hora fiquei com dózinha dos dois japinhas. As mulheres eram bem gordelicias e os dois japoneses eram tão pequeninhos! E se alguma delas desequilibrasse se caísse em cima de um deles? O coitadinho ia morrer afogado por uma bunda protuberante!

Mas enfim! Deixemos as divagações de lado e foco na resenha!!!

Passado uns minutinhos, um dos japoneses ligou pedindo outra suíte, e se possível uma suíte do lado da que eles estavam. Mas do lado, não tinha nenhuma disponível, só tinha uma que era na frente. Eles aceitaram.

Logo depois, atravessa o pátio (que é meio comprido, diga-se de passagem) um casal. Ele e a gordenha. Ele meio envergonhado e ela toda pomposa.

Passado uma meia hora, percebo uma movimentação na garagem da suíte e fiquei só olhando. A moça colocou a cabeça pra fora olhou para um lado, olhou para o outro viu que não tinha ninguém no pátio e o atravessou enrolada em uma toalha. (Detalhe técnico: a toalha não fechava em seu corpo, então ficou um ladinho de fora! Rs) Logo que a moça entrou a outra saiu, do mesmo jeito, toda enroladinha na toalha.

Nisso, eles ficaram um bom tempo nesse desfile pelo pátio!  Um tal de vai pra lá e vem pra cá danado!

Até aí meio bizarro, mas dentro do habitual! Rsrs

Quando de repente uma das meninas sai correndo do quarto, em direção á recepção somente de toalha.

“Moça, me ajuda pelo amor de Deeus..”

Pensei comigo: “Pronto, afogou o japonês!” hahaha

Logo atrás vem a outra gritando também:

“Chama a ambulância, chama a ambulância..”

Pedi para elas terem calma, mais elas não paravam de andar de um lado para o outro e nem me falavam o que havia acontecido.  No meio desse lesco – lesco todo, a tolha de uma das meninas caiu, deixando os peitos e a barriga protuberante aparecendo. Enquanto eu fiquei com uma vergonha danada, a moça não tava nem aí pra paçoca!

Eu não sabia o que fazer, as duas moças na recepção enroladas em uma toalha andando de um lado para o outro.

Após muito insistir, elas me contaram o que havia acontecido: Um dos japoneses misturou bebida, com Viagra e começou a passar mal dentro da suíte.

Enquanto elas chamavam a ajuda, sai do quarto um dos japoneses. Detalhe, também estava de toalha. (ÊÊ, virou a casa da mãe Joana agora? Huunf ¬¬’)  E além de estar de toalha, o ‘samurai’ (mini – samurai, diga-se de passagem!) dele estava pronto pro combate.

Ele chegou meio nervosinho, falando bem mal o português :’ Agola é minha vez, minha vez…’

Uma das gordinhas já meio nervosa mandou ele guardar o pintinho, que o amigo dele tava passando mal dentro do outro quarto e não ia ter mais nada. Ainda nervoso o japinha foi pra suíte do amigo deu uma olhada e voltou. Disse que ia ir embora por que iria levá-lo ao hospital.

As meninas ajudaram a trocar o japinha que estava passando mal, o colocaram no carro e eles foram embora.

Em seguida elas vieram agradecer (AINDA DE TOALHA ), ficaram mais um tempinho na suíte e foram embora! (Dessa vez, de roupa!)

Coitado do Japonês! Não estava preparado pra lutar um Sumo, acabou pedindo penico!!!

 

SAC – Dúvidas, reclamações, sugestões!

“Aline, 
poderia falar para essa mulherada que não há nada demais em ir ao motel de taxi. Minha mina não topa ir, minha amiga colorida tambem não, então ferra, pois já que não tenho carro, fico a ver navios, e tem mais, se tivesse carro, iria frequentar bem menos o motel, ta ligada.
Então, explica ae para essas recalcadas.”

.

Queridas leitoras recalcadas! (Foi assim que ele pediu para denominá-las!Rsrsrs) O nosso amigo tem razão quando diz que não tem nada de mais ir de táxi, a pé ou até mesmo de bicicleta no motel! Podem ir tranquilas, pois ninguém irá julgá-las ou tratá-las de maneira indiferente. Afinal, são clientes como outro qualquer e é mais rotineiro do que vocês imaginam! E posso afirmar uma coisa, homens com mega-carros as vezes não tem coragem de pagar o valor da suíte mais simples, dão ré e vão embora. Já os clientes de táxi,  na maioria das vezes pegam a melhor suíte! Ninguém está interessado na situação financeira do cliente e nem nas suas preferências sexuais, apenas estamos lá para trabalhar!  Então, meninas sejam mais sem vergonha e aproveitem! Não deixe um pequeno detalhe estragar a noite (manhã ou tarde) de vocês!

Obs: Não vou abordar o fato do rapaz além de ter uma namorada, ter uma amiga colorida. Se não o post fica mais imenso do que já é! Rs

 

Mande a sua dúvida para a[email protected] ou pelo Twitter: @aline_leitte

 

E qual será a Peripécia da semana que vem?

1. A casa caiu!

2. Uma história de amor, de aventura e de magia…

3. Falaê Aline  – Traição  (Post a respeito de traições. Com minhas opiniões baseadas em toda a minha experiência ‘Motelistica’ #bemlegal Vocês vão gostar!!)

 

Um beijo e um queijo!

Aline Leitte – @aline_leitte

Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário

Todos os direitos reservados - 2016
Todos os direitos reservados - 2016