Peripécias de um motel #09 | Blog Insôônia
O melhor jogo online
Peripécias de um motel #09
jul
16
2011

Oi gente! Mais uma semana, mais uma Peripécia! #TODOSCOMEMORA!

Como sempre, eu pontualmente estou aqui postando pra vocês! #NOT

Pra variar o post atrasou, mas jamais deixarei vocês na mão! *-*

E pra quem tem saudadinhas de mim durante a semana (owwwnnn *-*) é só me seguir no ‘tuiter’ que a gente conversa por lá! @aline_leitte

Vamos lá para mais uma resenha? Semana passada deixei 3 histórias para serem votadas: Pocket Histories II, 4 Homens e um Hortifruti e Festa no Apê.

A mais votada foi:

 

4 homens e um hortifruti

Logo que cheguei para mais um dia de motel, encostou na janela um homem a pé (um homem muito bonito, diga-se de passagem!). Meio sem graça ele perguntou se eu alugava suíte para 4 pessoas. Afirmei e ele pediu para que eu reservasse o apartamento, que em no máximo 20 minutos ele voltaria. Reservei pra ele a maior suíte, com hidromassagem externa e tudo. Um quarto bem bonito. Passado o tempo, encostou uma Hilux preta, vidros insulfilmados e com um motor ensurdecedor. Assim que me aproximei, o motorista abaixou o vidro. Reconheci que era o rapaz da reserva, entreguei a chave informei onde era o apartamento abri o portão e ele adentrou ao motel.

Enquanto o portão estava abrindo, o vidro de trás foi se abrindo também. Fiquei bege e super triste. Rsrs No banco de trás, estavam 2 homens, lindos. Rosto, corpo e cabelo em perfeita sincronia… O que estava no banco da frente eu não vi, mas devia ser bonito também.

É complicado, o genro que mamãe pediu á Deus estava no motel dando o marquês de rabicó. #trágico

Enfim, eles me cumprimentaram e eu quase gritando : “ WHY GOD, WHY?” cumprimentei também. A suíte deles era bem perto da recepção, então dava pra ouvir muita coisa. Eles chegaram, ligaram o som bem alto no maior putz-putz e lá ficaram por um bom tempo.

Eu estava bem distraída na recepção, quando escuto um “Oi moça” . Quase caí pra trás de susto! Assim que me viro, era um dos rapazes da suíte da ‘festinha’. Muito educado ele me pediu dois baldes de gelo e pediu mais uma garrafa de Black Label. Anotei o pedido, passei para a cozinha e o rapaz continuou na recepção. Meio querendo ‘estudar o terreno’ ele me perguntou se vendíamos saladas, informei que sim e que tudo estava no cardápio, dentro da suíte. Ele agradeceu e voltou ao apartamento. Logo ele me interfonou, disse que queria uma salada completa e me perguntou se podia pedi-la de uma maneira diferente. Perguntei de qual maneira seria. Meio sem graça, ele me disse que queria todos os legumes inteiros. Hã? Mas como assim gente? Legumes inteiros? Como eles iriam comer? Hahahahahaha

Mandei o pedido para a cozinha. As meninas estranharam o pedido, mas como o cliente tem sempre razão… Fazer o que!

A bandeja de salada ficou a coisa mais linda! Duas cenouras inteiras, um pepino, um tomate, uma cebola, alguns palmitos, frios e azeitonas. E enfeitando tudo isso, algumas folhas de alface. Hahahaha

Passado mais um tempo, encostou uma moto dizendo que tinha uma encomenda para o apartamento dos rapazes. Perguntei de onde era a encomenda e ele me disse que era do Varejão. Hahahahaha

Como assim varejão gente? Como assim? COMO ASSIM? Interfonei na suíte para confirmar se eles haviam pedido alguma encomenda, o rapaz que me atendeu confirmou o pedido e disse que já estava saindo para pegar e pagar. Informei ao motoqueiro onde ficava a suíte e logo o rapaz saiu, pegou a sacola e pagou o rapaz.

Eu que sou curiosa pra caramba, TIVE que perguntar o que tinha na sacola. O rapaz que também não estava entendendo nada me disse que na sacola tinha uma abobrinha, um pepino, uma mandioca, uma cenoura e um cacho de banana.

Enquanto o motoqueiro se sentiu constrangido com a situação, eu gargalhava. Afinal, eu sabia o que os rapazes queriam com os legumes, já ele parecia não conseguir acreditar no fato. Desconcertado, o entregador foi embora e eu continuei a dar risada junto com as outras funcionárias.

Antes de vencer a diária deles, eles deixaram o apartamento. Todos muitos alegrinhos devido ao Whisky e as cervejas que tomaram, enquanto acertávamos a conta conversamos sobre algumas amenidades e logo a suíte foi liberada. Abri o portão, e aquele carro cheio de homens ‘magia’ foi embora.

Assim que o carro partiu, a camareira me passa o rádio “Aline, você precisa ver isso!”. Já gelei né? Será que haviam quebrado alguma coisa ou levado alguma coisa embora? Entrei na suíte, lá do fundo a camareira me chamou. Fui até onde fica a hidromassagem e vi uma cena completamente bizarra. Todos os legumes pedidos (tanto os pedidos no Motel, quanto no varejão) estavam na beira da Hidro, envolvidos com preservativos (inclusive a cebola e o tomate), e todos aparentemente ‘usados’, o que mais me ‘assustou’ foi que além deles abusarem dos pobres legumes, abusaram também de uma garrafinha d’água! Agora pensem comigo.

Para que usar um hortifruti gente? Já tinham 4 pintos no quarto! Tem louco pra tudo!! Rsrsrs

É isso aê gelêreeeee! Espero que tenham gostado!

Pra semana que vem, não tem votação! Há! Deixa eu explicar!

Semana que vem, vai ao ar ‘Peripécias #10’ e junto com a 10º história acaba a ‘1º temporada’ (como eu sou chique bem!!).  Então para semana que vem entram novas e quentes histórias para serem votadas! #TODOSCOMEMORA!

Um beijo e um queijo,

Aline Leitte – @aline_leitte

4 homens e um hortifruti, histórias de motel, Peripécias de um motel
Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário

Todos os direitos reservados - 2016
Todos os direitos reservados - 2016