Peripécias de um motel #04 | Blog Insôônia
O melhor jogo online
Peripécias de um motel #04
jun
02
2011

Falaê corujinhas! Tudo belê?

Soooooorry a demora do post, esses dias foram #tensos. Minha mãe e meu pai estão com dengue, então esses dias fiquei por conta deles tadiiinhos… :S

Mããããs, assim que tive uma brecha vim aqui postar pra vocês seus LINDOS!

Como vocês sabem , deixei 3 histórias para serem votadas: 1. Festa no apê; 2. A anãzinha e o negão; 3. Os três metaleiros

O Vencedor foooi:


OS TRÊS MATALEIROS

Quem me segue no Twitter (@aline_leitte) já deve saber que a minha mãe trabalhou muito tempo em motel. Ela sempre vinha com umas histórias muito bizarras, até mesmo surreais. Mas somente depois que eu comecei a trabalhar no ramo e presenciei todas essas situações que cheguei a conclusão que nada mais me espanta! Meus queridos, vocês não tem noção até onde o ser humano pode chegar.

Estava trabalhando em um domingo de manhã, o motel estava super movimentado. Quase todas as suítes alugadas. O recepcionista da outra unidade me ligou dizendo que estava mandando clientes e que era pra eu alugar uma suíte com hidromassagem. Normal, tudo belê!

Do nada, me surgem na janela 3 homens mal encarados (eles estavam a pé). Até assustei. Com um pouco de receio abri a janelinha. Perguntei se podia ajudar, um deles me respondeu que o rapaz da outra unidade havia mandado eles lá. Dei a chave da suíte, cobrei o valor antecipado (pois é norma da casa quando o cliente vai a pé), abri o portão e eles entraram na suíte.

Em minha inocência pensei que eles fossem usar a suíte para usar drogas, pois alguns clientes alugam a suíte para esse fim.

Do nada, começa a tocar um som muito alto na suíte, um heavy metal daqueles bem pesados sabe? Eles começaram a gritar “Uhuuuuuu”, “Yeahhhh” e derivados. Dava pra ouvir quase tudo o que acontecia na suíte, por que eles gritavam muito alto e o quarto é bem perto da recepção.

Essa festa durou uns 20 minutos mais ou menos.

Tocou o interfone, era o apartamento dos rapazes. Educadinho, o rapaz me pediu banho de espuma pra colocar na hidro.

EPA! Já ficou meio estranha essa história.

Novamente toca o interfone e era denovo do quarto da festa. Do outro lado da linha o rapaz meio tímido, me pergunta. “Moça, vocês tem esses itens da última folha do cardárpio?”

Na ultima página do cardápio se encontram os itens eróticos e a família dos HP’S – as próteses! (HP209-N, HP209ne…e por aí vai! rsrs )

Confirmei que tinha todos os itens, e ele me pediu um HP209 – N, (sempre ele! O mesmo do Sr. Juventino!), uma calcinha Fru Fru, que é branca transparente com umas plumas do lado e mais um lubrificante.

Pra variar fiquei Barbie na caixa né?

Os três mal encarados, todos de preto, com aquelas correntes na calça, camisetas de banda estavam mesmo fazendo uma festinha dentro da suíte. E outra coisa, eram três homens cada um com seu pinto, pra que mais um meu Deus? Rsrsrs

Enfim, mandei os produtos pro apartamento. Passado um tempinho começou uma gritaria dentro do quarto. Uns gemidos que mais parecia um urso com pneumonia, uns berros que parecia que um lá dentro estaria sendo morto.

Novamente começa a música alta. Mais gritaria.

Um deles gritava lá dentro:

“Me comeeeeee Danielee, me come Danieleeeee”

Hã? Daniele? Nome de guerra?rsrsrs

Algum deles falava também:

“Ai Giovanaaaaaaa, vem Giovanaaaa…”

Era um tal de me come pra lá, me fode cá, me chupa acolá…  Venceu a diária deles, mas a gritaria continuava. Eu empata-foda que sou, liguei na suíte (fazer o que, é meu dever! Rsrs) Um deles atendeu, e afirmou que iam renovar a diária. ( O negocio devia estar bom lá dentro!)

A gritaria continuava e a música também. Dentre os gritos e dentre tantos nomes que falaram, acho que ouvi um “Me come Mick Jagger” PORRA VELHO! TESÃO PELO MICK JAGGER? NÃO FODE! Só a Luciana Gimenez pra encarar aquilo! Rsrsr

Quase terminando a outra diária o som foi desligado, os ruídos cessaram.

Sem vergonha nenhuma os três bonitinhos-da-cara-feia saíram do apartamento, me pediram para chamar um táxi, pagaram e foram embora. FIM.

Convido todos do Insoonia a pensar comigo!

– Eles estavam sem mochilas.
– A prótese não estava no apartamento.
– Um trem daquele tamanho não cabe no bolso, sem ser notado.

Onde será que eles levaram o meninão? oO Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk =)

Mais uma coisa, fui contar o ocorrido pro recepcionista que havia me mandado os rapazes. Ele me contou que eles eram cliente da casa, e que sempre faziam isso. As vezes um deles vai sozinho, pede a prótese e uma calcinha e se diverte! (Eu, eu mesmo e o HP209-N rsrsrs)

Eitaaa, esses “metaleiros” estavam mais pra bailarinos de Arrocha! Enfim, é isso!

Espero que tenham gostado! Pra semana que vem, qual história vocês querem ler?

– Vanessão cadê o dinheiro?

– Quatro homens e um hortifruti

– Pâmela, o travesti brigão

Até quarta! Beijos! @aline_leitte

3 metaleiros, Blog Insoonia, Motel, sexo
Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário

Todos os direitos reservados - 2016
Todos os direitos reservados - 2016