Pais e filhos: uní-vos! | Blog Insôônia
O melhor jogo online
Pais e filhos: uní-vos!
ago
30
2010
Dicas, Textos / Por: Coruja ás 10:30

Opa, e aí, povo lindo de #GZuis, tudo bão?

Essa semana eu assisti um filme – francês –  chamado 15 Anos e Meio, que narra a vida de Eglantine, uma adolescente que foi criada apenas pela mãe e que, agora aos 15 anos, precisa ficar por 3 meses com o pai, pois a mãe precisa viajar à trabalho. O pai é um químico importante que conhece os mistérios do universo, não sabe nada da filha, nem mesmo a data de aniversário dela. O filme mostra a convivência dos dois, como o pai tenta reconquistar a filha mas não consegue, a menina que não quer nem saber dessa vida de “papai – filhinha”. É engraçado, mas interessante.

Mas o que me chamou a atenção mesmo no filme foi a convivência entre pais e filhos. Por aqui, no nosso Brasilzão de #GZuis a gente sabe que nem sempre pais e filhos conseguem se entender muito bem. Às vezes não se entendem de jeito nenhum! Será que tem um jeito de pais e filhos conviverem pacificamente?

Sim, tem um jeito de “ambas as partes” estarem bem. Mas isso exige MUITA compreensão dos dois lados:

  • Filhos: tenham sempre em mente uma coisa: quando a mamãe fala que só quer o seu bem, ela está falando a verdade; acontece que nem sempre o que é bom pra ela é legal pra você, entende? Pense que são conflitos de gerações, a juventude da sua mãe e do seu pai foi numa época em que nem se ouvia falar em internet, sequer em blog. Por isso ela vai ficar cismada em ver você passar horas na frente desse notebook. É tenso, eu sei, mas é assim! Argumente com ela que você sabe o que está fazendo – se é que você sabe mesmo – mostre pra eles as páginas que você frequenta. Mostre fotos dos seus amigos. Mãe adora saber quem são os amigos do filho. Assim você tranquiliza e ela fica feliz da vida com você! Faça seus pais saberem da sua rotina. Nao custa nada e ajuda muito a convivência.
  • Pais: entendam que seu filho vive a geração do “tudo-ao-mesmo-tempo-e-agora”. Por isso, quando você ver sua menininha com fone no ouvido, escrevendo e falando no skype ao mesmo tempo, saiba que ela CONSEGUE mesmo fazer tudo isso. Entenda que você e seu filho vivem em gerações diferentes, mostre compreensão com o que ele gosta. Se tem algo que não funciona com adolescente é a repressão. “Credo, no meu tempo não tinha Justin Bieber”. Não tinha mesmo, mãezinha, mas tinha Ronnie Von, que era a mesma coisa, até o cabelo é parecido. Procure “entender” seu filho e não o trate como um pedaço de carne com ossos que se acha gente. Ele É gente, com gostos e vontades próprias!

Vale a pena tentar, pessoal. Viver em paz dentro de casa não tem preço!

Bái! @wesleytalaveira

Coruja
família, Internet, Justin Bieber, Weslley Talaveira
Coruja
Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário

Todos os direitos reservados - 2016
Todos os direitos reservados - 2016