O dia que eu fui num motel vagabundo #AconteceuComigo | Blog Insôônia
O melhor jogo online
O dia que eu fui num motel vagabundo #AconteceuComigo
nov
15
2016
Aconteceu Comigo* / Por: Gislaine Lima ás 16:34

História do Leitor

aconteceu-comigo1

E aí Gi, sigo o blog há anos… Hoje venho contar o que aconteceu comigo neste fim de semana.
Como é de costume, eu e minha namorada não gostamos muito de repetir motel, como vamos em motel vez ou outra, gostamos de ir em motéis diferentes. Por conta desse hábito que criamos, nesse último fim de semana, aconteceu algo, digamos, não muito comum.

Fomos num motel que chama Kaka (vê se isso é nome de motel?? Onde eu estava com a cabeça?), a rua do motel é pouco iluminada e muito estreita (motel vagabundo), por isso errei a entrada e passei direto, tive que virar o carro nessa rua estreita e depois entrar no motel.

Quando entramos no motel, fomos orientado a ir ao quarto 23 (maldito quarto 23), estacionei na garagem do quarto e vimos a porta do quarto aberta, até aí não damos a mínima, fui fechar o portão que era automático, mas o portão não fechava, o botão estava com defeito. Então tive a maravilhosa ideia de puxar o portão e tentar fechá-lo manualmente. Quando fiz isso caiu um monte de água em mim, agua que estava em cima do portão. Fiquei ensopado e para piorar a água estava fedendo, devia estar ali parada há dias…

Ensopado, fedendo e nada do portão fechar. Fui tentar o botão novamente, fiquei apertando incansavelmente até que o maldito portão fechou. Após o portão fechar, minha namorada deu um grito dizendo que havia um bicho dentro do quarto. Pensei.. “Só me faltava essa… Hoje não é dia de transar”.

Acendi a luz do quarto para ver o que estava lá dentro, a infeliz da luz não acendeu. Deu pra ver algo preto em cima do travesseiro, não dava para identificar se era cachorro, gato ou um gambá (na minha cidade é muito comum). Só escutamos um barulho estranho que ele fazia, entramos no carro para tentar ligar na recepção do motel, mas não havia sinal e muito menos wifi. Abrimos o portão e fomos até a portaria, a moça da recepção perguntou o que havia acontecido, informei a ela que tinha um animal no meu quarto, a bendita cuja, com a voz mais calma do mundo, respondeu:

-Aaa isso é normal, pode ir para o apartamento 29.
-Moça, qual planeta é normal chegar num apartamento de motel e encontrar um animal em cima da cama? Além do mais, o portão do ap não fecha e a luz não acende.
-Desculpa moço, mas pode dirigir-se para o quarto 29. Lá está tudo ok.

Olhei para a minha namorada e como já estávamos ali mesmo, fomos para o quarto 29.
Quando cheguei no quarto 29, a porta desse também estava aberta, já ficamos apreensivos de encontrar outro bicho. Afinal, é normal, né!

Entrei no quarto devagar, acendi a luz (ao menos funcionava) e para o nosso alívio, não havia bicho lá. Deitamos na cama, eu todo molhado, começamos a rir da situação, tomamos banho juntos, fizemos o que tínhamos que fazer e fomos embora. Nunca mais voltarei nesse motel.
ABRAÇOS GALERA!

– Victor Felipe

Envie também a sua história (ou a história de um amigo) para: [email protected]

Gislaine Lima
Envie também a sua história: [email protected]
Gislaine Lima
Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário

Todos os direitos reservados - 2017
Todos os direitos reservados - 2017