Plantão Corujão* | Blog Insôônia
O melhor jogo online
jun
15
2009
Plantão Corujão* / Por: Gislaine Lima ás 0:54

Tema de Hoje: Air France (Já matô mais de mil!!! – Jeremias sobre acidentes com aviões da Air France)

plantao_coruja-copia1

Que merda é essa?

Air France é uma companhia aérea da França, e não poderia ser de outro país porque senão não seria Air France. Claro que, se uma empresa tem em seu nome “Brasil”, nem sempre é brasileira, porque em 90% dos casos foram privatizadas pelo governo. Mas a França é primeiro mundo (ou não), e se a segurança dos voos da Air France também é de primeiro mundo, aí é outra história.

(mais…)

Gislaine Lima
Air France, desciclopédia, voo 447
Gislaine Lima
abr
21
2009
Plantão Corujão* / Por: Gislaine Lima ás 13:36

Tema de Hoje: Tiradentes (Preferia ser conhecido como “Tiracabaços”.)

plantao_coruja-copia1

_

Quem és tu???

Tiradentes (1746-1792) foi o mais famoso banguelador e pintor brasileiro de todos os tempos.

Joaquim José da Silva Xavier (o Tiradentes) foi um importante comunista que viveu em Minas Gerais na década de 20. O pseudônimo Tiradentes lhe foi dado quando cursava odontologia na Universidade Federal de Minas Gerais, curso jamais terminado em função da intensa atuação de tiradentes no DCE da Universidade e no Movimento Estudantil, através do qual pretendia implantar o comunismo no Brasil. Sua tentativa de provocar a revolução foi ridicularizada por seus vizinhos e colegas, e o prefeito de Belo Horizonte resolveu por bem cortar sua cabeça.

Bosquejo histórico sobre Tiradentes

Quando ainda era bem pequeno, além de fazer muito cocô e xixi, Tiradentes já pintava o sete. Ao crescer e acabar ficando grande, anos depois, continuou pintando o sete, ora como mascate, ora como tropeiro, comerciante, farmacêutico, e até como militar e minerador. Foi no trabalho de extração de pedras preciosas das rochas que ele desenvolveu a prenda de arrancar dentes. Usava até as mesmas ferramentas de mineração: martelos, alicates etc. O que, é claro, doía muito, tanto que, até hoje se comemora anualmente o dia que esse filho da puta foi enforcado, esquartejado, et cetera (segundo relatos da época, no caminho para o cadafalso, Tiradentes foi cercado por um sem-número de banguelas ex-clientes seus que o consolavam com palavras de apoio: -É bom? Quem é que tá com medinho agora, heim?). Ficou famoso nessa arte. Apesar de que ele preferia fazer suas extrações nas rochas, porque elas nunca gritavam.

Naquela época, a ruma de comedores de rapadura era muito grande, imensa, mas ainda era possível encontrar alguns dentes podres entre as cáries das bocas do povo. Tiradentes distraiu milhares de dentes de mineiros e cariocas. Nas cidades por onde ele passava, formavam-se filas de dobrar todas as esquinas da praça da Igreja Matriz. Até os humoristas Tiririca e Tião Macalé (Ih, nojento, tcham!) viraram banguelas nas mãos do artista.

O Inconfidente

Quando soube que o reino português mandaria fazer uma derrama, cobrando da população os 20% da produção de ouro devidos e não pagos, correspondentes aos quintos do inferno da Coroa, totalizando 8.000 kg do metal, Tiradentes resolveu pintar o sete às escondidas, como ativista político. Ele tentou, então, formar uma conspiração para livrar os brasileiros do jugo da rainha Maria I de Portugal, carinhosamente chamada por seus patrícios de ´A Louca`.

Foi aí que a craca roeu o casco. A tal da Maria Maluca ouviu falar das artes que ele estava fazendo, e tratou de condená-lo da melhor maneira que a Coroa dispunha para lidar com homossexuais e terroristas: Tiradentes deveria ser enforcado em praça pública e, por via das dúvidas quanto à reencarnação dos mortos, seu corpo seria esquartejado em quatro partes, sendo que cada uma delas deveria ser levada para um lugar diferente do País, bem distante um do outro: Buenos Aires, Disneylândia, Austrália, Shopping Iguatemi, Alaska e Monte Everest. A execução aconteceu em 21 de abril de 1792, no Largo da Lampadosa, Rio de Janeiro. Como a corda estava apertada demais, foi o jeito ele morrer antes mesmo de ser enforcado. Segundo consta nos “Autos da Devassa” (a devassa devia ser a Maria Maluca) o enforcado morreu de morte natural, sendo tal conclusão uma prova cabal da secular burrice brasileira.

Final da história

Tanta precaução de nada serviu. Trinta anos depois de morto, Tiradentes pintou o sete de setembro. Sua melhor e mais importante obra. Em compensação, hoje se paga 40% de impostos no Brasil e não aparece sequer um louco para reclamar.

Enfim, Tiradentes devia ser o padroeiro do Brasil; tá todo mundo com a corda no pescoço mesmo.

ps. não acredite em nada dessa bagaça. E feliz dia de tirar o dente.

Gislaine Lima
TIRADENTES
Gislaine Lima
mar
25
2009
Plantão Corujão* / Por: Gislaine Lima ás 0:12

Tema de Hoje: Cu (Dá o cu é mara!!! – Seu Ladir sobre Cu)

ATENÇÃO: Este artigo é uma homenagem a minha mãe. Pois perguntei a ela  sobre o que deveria falar no próximo plantão e ela respondeu: FALA DO MEU CU. Como nunca vi o cu dela, vou falar de cu em geral. Caso você seja idoso, menor de 18 anos, gestante, possui doenças cardíacas, é fresco, patricinha ou emo, não leia este artigo. Pode causar xilique

plantao_coruja-copia1

“Cu não tem acento, acento é que tem cu”

O Cu, (vulgo toba), é o famoso orifício corrugado ou esfíncter muscular, também conhecido como o lugar onde você vive tomando.

O Cu é de grande importância no vocabulário popular e também anatomicamente. Para as putas, é de grande importância econômica; para os viados, um modo de vida. E para os viados travestis, tem-se tornado cada vez mais um instrumento de grande importância econômica também. Também é fundamental para as pessoas ofenderem os outros e xingarem jogadores pernetas em dia de futebol: “vai tomar no cu“. Serve fundamentalmente para as professoras de 1ª a 4ª série explicarem que monossílabos terminados em u não são acentuados. Também serve para indicar distância: “mora no cu do judas“. Ari Toledo e outros piadistas também vivem do cu, pois servem para tornar suas piadas mais cretinas e tirar risos dos incautos.

O elemento anatômico em apreço foi imortalizado por um dos maiores cuzões da MPB. Em canção intitulada “O cu do mundo”, Caetano Veloso soube perceber a dupla natureza do cu enquanto vocábulo, chamando-o de “adjetivo esdrúxulo em U (onde o cujo faz a curva, o cu do mundo, esse nosso sítio)” e de “substantivo, comum”. Curiosidade relevante: em Portugal, diz-se cu para a bunda. Dado que à injeção os portugueses chamam pica, tem-se que “tomar uma pica no cu” é frase que pode sair da boca de qualquer senhora católica (e bigoduda). O cu também serve para desenhar um Snoopy (desde que acentuado). E também foi motivo para Salvador Dali, que calculou que ele tinha 37 pregas. (mais…)

Gislaine Lima
ânus, coruja, cu, tudo sobre cu
Gislaine Lima
mar
11
2009
Plantão Corujão* / Por: Gislaine Lima ás 1:55

Tema de Hoje: Religião (Você quis dizer: Manipulação de pessoas – Google sobre religião)

plantao_coruja-copia1

“Pequenas Igrejas, Grandes Negócios”

Religião é uma forma de ideologia que as pessoas acreditam em alguma coisa como a existência de Deus, a não existência de Deus, O poder de Chuck Norris ou a presença de Extraterrestres no ex-planeta Plutão.

As pessoas que segue são chamados de fanáticos fiéis ou religiosos e tem hábitos como se explodir perto de uma embaixada americana, matar israelitas, derrubar arranha-céus com aviões e doar 99% de seus salários a casas de tortura disfarçadas de igrejas.

No mundo existe várias religiões com suas inúmeras crenças umas mais sensatas e outras mais escrotas.

(mais…)

Gislaine Lima
plantão, religião
Gislaine Lima
fev
19
2009
Plantão Corujão* / Por: Gislaine Lima ás 4:02

Tema de Hoje: Luís Ináffio Analfabeto Eu-Não-Fei-De-Nada Mula da Filva, presidente do BRASIUUUuuu!

plantao_coruja-copia1

Mula

É o mais desprovido de inteligência dos presidentes do Brasil. Lula pode ser ao mesmo tempo um sapo barbudo ou um molusco amigo do povo e cheio de tentáculos. Nunca antes na história desse país um governo realizou tantas obras, como o PAC (Programa de Aceleração da Corrupção), o Bolsa-Família (???), a feroz imposição do Governo Nacional sobre Evo Morales. O complexo programa de articulação política de Marcos Valério, o Ministro de Relações Extra-Oficiais, entre outras 171 ações que poderíamos citar. Lula, com muita ajuda de seus colegas do PT (Partido dos Trambiqueiros), consegue fazer lavagem cerebral (e lavagem de dinheiro) na população do Brasil. Uma prova disso foi a reeleição em 2006.

Amado pela maioria do povão (não é a toa que sua popularidade atual chega aos 80%), e odiado pela maior parte da classe média e da elite brasileira. Lula acha que é a reencarnação de algum imperador romano, seguido por positivistas que pregam entre outras coisas que o presidente Lula é também a reencarnação de Getúlio Vargas. Segundo consta em alguns estudos, a barba de Lula esconde cicatrizes de uma operação plástica muito mal realizada, que, esconderia o sua verdadeira face, ou seja, esconde o próprio “Che” Guevara, que havia sido posto numa câmara criogênica em Cuba.

(mais…)

Gislaine Lima
analfabeto, pinguço, presidente do Brasil
Gislaine Lima
fev
03
2009
Plantão Corujão* / Por: Gislaine Lima ás 3:13

Tema de hoje: EMO (Eu Melo Ovo)

plantao_coruja-copia1

Vocês já devem ter percebido como eu gosto de falar mal de emos.. por isso decidi dedicar o plantão de hoje todinho para esses miguxos…

Bom, pra quem não sabe a palavra Emo, do francês emo-fif, significa biba emotiva. Há também fontes que afirmam que vem do latim emossae, ou seja, “sem genitália”. Emos são exatamente o cruzamento de homossexualismo com música punk, em perfeita harmonia, embora a viadagem anule o efeito destrutivo característico da música punk. Em um show emo, o máximo de violência que se vê é uma briguinha aviadada de tapas porque um desarrumou a franjinha do outro. kkkkkkk Emos existem desde os primórdios da civilização, com as primeiras marcas em cavernas terem sido encontrados milhões de anos. A única diferença é que agora, ser emo está na moda.

Etimologia

Emo é a sigla de “emotional Hardcore”. Ou sigla de Eu Masturbo Outros, ou ainda de Eu Melo Ovo. Emo também é ome ao contrário. Logo, emo é o contrário de ome. Segundo muitos especialista a palavra emo deveria se escrever hemo, por ser uma abreviaçao de hemorróida. Assim, o emo é o baitolo por postulação. Se você é emo, é viadinho; mas se você for viadinho, não precisa ser emo necessariamente. Basta ter classe e sair do armário com discrição e noções de higiene.

O vírus se chama emocore agúda, atingi todo o corpo principalmente a parte anal ou seja o cú (quem tem esse vírus gosta muito de dá a rosquinha), antigamente era um vírus raro, mas com passar dos anos foi contaminando vários anus.

Bom, nada disso interessa. Afinal, segundo as definições mais comuns, “tudo é emo, contudo nada é emo”.

(mais…)

Gislaine Lima
Emo, plantão do corujão
Gislaine Lima
Todos os direitos reservados - 2016
Todos os direitos reservados - 2016