Aconteceu Comigo [7] | Blog Insôônia
O melhor jogo online
Aconteceu Comigo [7]
nov
05
2008
Aconteceu Comigo* / Por: Gislaine Lima ás 3:07

3 novas histórias do leitor! Se são verdades, só Deus sabe…

1ª História

Bem, meu namorado diz que TUDO acontece comigo. O que é verdade. Então resolvi escrever o que houve:
Estávamos no cinema nos acomodando naquelas cadeiras largas e confortáveis que só faltam nos massagear. De repende senta um cidadão atrás de mim e começa a conversar com sua amiga, namorada, prima, mãe, sei lá quem era aquela ‘moça’. Faço aquele tradicional “Psiiiu!” prolongado, em alto e bom som para tentar lembrá-los que o filme começou e deviam calar a boca. Meu namorado quis entrar por baixo da cadeira dizendo que estava morrendo de vergonha e que eu era maluca. Eu disse que malucos eram eles que iam ao cinema p/ conversar. Fui respeitada pois passaram a falar menos.

Depois o infeliz começa a ‘fungar’ o nariz (putz, que nojo!). Mas para isto eu nada poderia fazer. Pensei em comprar um Sorine p/ ele mas talvez gostasse muito da idéia. E meu namorado falando: “Calma, amor. Calma”… E para finalizar coloca os pés (isso mesmo: os DOIS pés) em cima da MINHA cadeira. Um em cada lado da MINHA cabeça e começa a sacudí-los. Será que ele era tão grande assim que não cabia na cadeira??? Dei uma olhada básica para trás e o mané se mancou, retirando aquele pé enorme da MINHA cadeira. Porra, e ainda tive que aturar meu namorado cochilando no final do filme. Quase tive uma síncope!

Enviada por Renata Feliciano

2ª História

Num certo dia la pelas 8:00 hrs minha mãe ficou me enchendo praa ir no mercado perto da minha casa. Cara, mas eu não queria ir de jeito nenhum tava ocupada no msn e tb não era o meu dia da sorte (sabe aqueles dias onde tudo de ruim acontece? Então…) Mas ai minha mãe me AMEAÇOU dizendo:

_ Se vc não for, nada de internet.

Ai eu fui né!! Não aguentava mais ela falando no meu ouvido. De começo tem uma rua movimentadíssima que eu precisava atravessar para ir no mercado e essa rua é uma bagunça pq o sinal foi mal colocado ai as pessoas não respeitam. Quase fui atropelada… Chinguei muito o motorista pq o sinal estava fechado. Aí quando cheguei na entrada do mercado, olhei e ele estava lotado. Pensei: Meu, só pode ser castigo o que que esse povo está fazendo no mercado uma hora dessas?! Mas não tinha como escapar lá fui eu no meio daquela multidão (tomei pisão no pé, empurrão, encoxada… ¬¬ Meu que raiva). Até conseguir chegar na fila do pão (pq era só isso q eu ia comprar). Detalhe a fila estava quilométrica. Quando chegou a minha vez eu pedi:

_ ME VÊ 6 PÃES – a anta da mulher me deu 2 (Meu olha a diferença de 6 pra 2). Então quando ela me deu o saquinho eu falei:

_ Moça eu pedi 6.

_ Não minha querida vc pediu dois.

Então eu falei de novo:

_ Não!! Eu pedi 6!!!

Então ela na maior mau vontade voltou lá e colocou 6 (pow se ela não entendeu pq ela não me perguntou de novo… ¬¬). Bom então eu fui para fila do caixa (detalhe: o caixa de 10 volumes estava feixado sendo que o mercado estava lotado). Bem, eu enfrentei outra filaa que só Deus sabe!! Quando chegou a minha vez um bendito de um garotinho fechou aquela portinha do caixa. Meu, a portinha não abria nem na base da porrada. Ai eu fiquei com mais raiva ainda !!!!!!!!! eu fiquei loucaaaaa!!!!!!!!!!! Peguei e pulei aquela merda. Do nada quado eu fui ver o mercado estava todo olhando pra mim. Dei um sorrizinho sem graça e falei:

_ Essa parada não queria abrir.

Depois dessa cena fui para casa e tive que atravessar a bendita rua d novo… Mas eu tesava com tanta raiva que atrevessei sem olhar (Não fui atropelada). Até aí tudo beleza… Indo pra minha casa e derrepende eu passo perto de uma casa um cachorro dá um pula no portão !!! Tomeu um baita susto… o saquinho de pão rasgou (saco vagabundo)!!! Meu, sinceramente eu falei na maior altura possivel:

_ CACHORRO FILHO DA P…

Aí a mulher atrás de mim pegou deu um impurrãozinho básico e a portinha abriu (NESSA HORA EU DERRETI!!!! DE MAIS RAIVA AINDA. EU TINHA FEITO AQUILO E NÃO ABRIU E EU TB TINHA PEDIDO AJUDA E NINGUÉM QUIS AJUDAR).

O pior é que naquele dia tinha chovido muito e os pães cairam na poça de agua!!! Fiquei sem açao olhando os pães no chão quando eu sinto alguém encostar no meu ombro quando vou ver é meu pai rindo da minha cara (¬¬) com outro saquinho de pão na mão…

Gente até hj tenho trauma de Mercado, Garotinho, Fila, Moça do pão, Cachorro, Poça de água, saquinho de pão… E da risada macabra do meu pai!!

FIM (ACHO Q JÁ SOFRI DEMAIS POR UM DIA!!)

Enviada por Maria Alice

3ª História

Olá a todos, bom aconteceu faz muito tempo atrás, eu tava indo pra escola nessa época a 4° série do ensino fundamental, e como costume eu e meus amigos éramos levados cada dia por uma das mães e por isso sempre estávamos em grupo.
Mas nesse dia eu querendo dar de grande fui na frente (uns dez metros na frente), ao virar a esquina topei com três garotos que corriam em direção contraria de mim (até ai normal) e acontesseu que estava passando em frente a um terreno baldio cercado por um muro e derrepente sai de trás do muro um bêbado com os olhos vermelhos de raiva… ele veio em minha direção e segurou nos meus ombros me levantou e começou a me xingar e me “chaqualhar ” (nesse momento já estava cagando nas calças e chorando muito) todo mundo parou e começou a olhar a cena: um moleque sendo chaqualhado no ar por um bêbado louco de raiva… por sorte chegou a mãe do meu amigo e fez o bêbado me soltar (até hoje tenho trauma disso) conclusão por causa de três moleques quase morri de infarto!!!!!!!!!

Enviado por José Moacir, 18 anos, Piedade/SP

4ª História

Bom oque aconteceu comigo foi o seguinte : Um belo dia, estava eu falando com uma pessoa no msn ai derrepente esqueço a webcam ligada e começo a me trocar no quarto do nada e nem me liguei que o menino estava vendo tudo. Depois ele deu um grito no msn que eu percebi… ele se matou de rir e eu morri de vergonha. Ele gravou tudo e mostrou para os amigos dele. Por uns 2 meses eu sofri com este episódio ridiculo da minha vida.

Enviada por Gabriela Pardini

5ª História (a mais cabulosa)

Isso aconteceu há uns 2 anos quando namorava uma mina de outra cidade. Era noite dos 50 centavos, eu e ela fomos na festa. Lá a cerveja custava 50 centavos a lata. Comprei 120 fichas e fomos bebendo depois que acabou a “festa” começou outra “festa”.
Nessa cidade tem uma praça que é totalmente escura não dá para ver nada… saí de lá com minha namorada e fomos pra praça conversar. Chegamos lá e conversamos?
Porra nenhuma… fomos trepar. Trepamos na praça!!! Tinha mais gente e foi aquela putaria toda…
No outro dia acordo pelado (detalhe: estava tão bebado que dormi com a camisinha no pau) no meio da praça e com meu celular colado com aquela cola de cano na minha cara despertando as 8 da manhã…
Me esforcei o máximo possível para ir pegar pelo menos a minha cueca no teto do coreto. Com um bambu eu consegui e depois fui pra casa dela pensando “porra aquela filha da puta fala que me ama e ainda me deixa pelado no meio da praça”.
Depois de atravessar a cidade eu chego na casa dela (que é na frente da feira) e ela me atende e pergunta:

_ Pq vc está a essa hora da manhã de cueca na rua?

Respondi:

_ Pq vc me deixou sozinho na praça depois que a gente fudeu a madrugada toda e ainda colou meu celular na minha cara.

Ela revoltada gritou:

_ Você está maluco? Eu fui embora na vigésima lata e vc disse que ia ficar lá com o roceiro, mas calma ai vc disse que fudeu a madrugada toda com quem??? Com o roceiro?

_ Pqp!! comi o cú do roceiro.

Ai quem passa na minha frente saindo da feira? A prima da minha namorada (ex agora). Ela me encontrou e me comprimentou:

_ Oi napa, a noite foi boa? (tipo…ela é quase igual a minha namorada e perguntou isso na maior cara de pau!).

Minha namorada disse:

_ Prima vc conhece o napa?

_ Conheço. Ontem eu fiquei com ele na praça foi lindo!
(e o pior foi que eu nem sabia.)

Aí briga vai briga vem e ela terminou comigo por causa disso. E desde esse dia nunca mais vou as festas open bar…

Enviado por Walmir de Carvalho, 19 anos, Paraíba do Sul – RJ

Gislaine Lima
Aconteceu Comigo*, blog, Blog Insoonia
Gislaine Lima
Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário

Todos os direitos reservados - 2016
Todos os direitos reservados - 2016