A incrível história do “Navio-Fantasma” Baychimo | Blog Insôônia
O melhor jogo online
A incrível história do “Navio-Fantasma” Baychimo
jan
04
2011
Curiosidades / Por: Gislaine Lima ás 19:37

Todo mundo já deve ter ouvido falar no Navio Fantasma. Mas a verdade é que poucos sabem sua verdadeira história. O navio Baychimo, vulgo “navio fantasma”, foi abandonado em 1931 e ainda pode estar à deriva nos mares do Alasca. O navio era um cargueiro sueco que foi lançado ao mar em 1914, pertencente à Hudson Bay Company, que navegou durante alguns anos na costa do Alasca, comercializando peles e provisões com os Esquimós e Inuites.

Em 1º de Outubro de 1931, quando transportava uma carga de peles, ficou preso em um banco de gelo. Seus tripulantes abandonaram a embarcação e andaram por cerca de 1km sobre o oceano congelado até a cidade de Barrow. Porém, o Baychimo desprendeu-se do gelo, e sua tripulação voltou para continuar a viagem.

No dia 8 de Outubro ele ficou preso novamente, desta vez em um local remoto, onde aeronaves da Hudson Bay Company retiraram a maior parte da tripulação, deixando apenas 15 membros no local, para vigiar se o navio conseguiria livrar-se do gelo, esperando o resto do inverno caso necessário. Devido ao perigo em manter-se a bordo em caso de esmagamento pelo gelo, a tripulação remanescente construiu um abrigo de madeira sobre o mar congelado próximo ao navio.


Uma grande tempestade abreviou o trabalho da tripulação em 24 de Novembro, pois ao tentar verificar os estragos após a tormenta, o Baychimo tinha simplesmente desaparecido. A conclusão de imediato foi de que o navio afundou durante a tempestade.

Alguns dias depois, foi comprovado o engano, quando Esquimós informaram o avistamento do Baychimo a cerca de 72Km do ponto de encalhe. A tripulação decidiu que mesmo livre para navegar, seria impossível sobreviver ao inverno naquela embarcação.

O Baychimo era oficialmente um “Navio Fantasma”, que provavelmente nunca mais seria visto depois da primeira tormenta que enfrentasse. Mas foi a partir deste momento que começou uma série de avistamentos que duraram 38 anos…

  • 1931 – Alguns meses depois do abandono, foi visto novamente cerca de 480 km a leste.
  • Março de 1932 – Foi visto navegando tranquilamente perto da costa do Alasca, por um viajante, próximo à cidade de Nome.
  • Março de 1933 – O navio foi encontrado por um grupo de Inuites que fugiam de uma tormenta, servindo de abrigo durante 10 dias.
  • Agosto de 1933 – A Hudson Bay Company informou que o Baychimo continuava à deriva, mas uma operação de resgate estava fora de cogitação, pois seria muito cara.
  • Julho de 1934 – Foi visto por um grupo de exploradores em uma escuna.
  • Setembro de 1935 – Foi visto ao longo da costa do Alasca.
  • Novembro de 1939 – Foi abordado pelo capitão Hugh Polson, com o intuito de um resgate, mas os assustadores blocos de gelo flutuantes da região fizeram com que a tentativa de resgate fosse abortada.
  • Entre 1939 e 1961 – Foi avistado inúmeras vezes por vários navios, mas nunca foi tentada uma abordagem.
  • Março de 1962 – Foi visto navegando ao longo do Mar de Beaufort por um grupo de esquimós.
  • 1969 – O navio foi visto congelado em um bloco de gelo. Dias depois o navio teria sumido novamente. E agora, 38 anos após ter sido abandonado nunca mais avistaram-o.

Gislaine Lima
alaska, Baychimo, história do navio fantasma, navio fantasma
Gislaine Lima
Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário

Todos os direitos reservados - 2016
Todos os direitos reservados - 2016