86% dos moradores de SP e do Rio aprovam a lei seca | Blog Insôônia
O melhor jogo online
86% dos moradores de SP e do Rio aprovam a lei seca
jul
06
2008
Sem categoria / Por: Gislaine Lima ás 19:12
A maioria dos moradores de São Paulo e do Rio aprova a chamada lei seca, que proíbe os motoristas de dirigir depois de beber, mostra pesquisa Datafolha publicada na edição deste domingo da Folha (a íntegra da reportagem está disponível para assinantes do UOL e do jornal).

O índice de aprovação é o mesmo –86%. Em São Paulo, 11% dizem ser contra a lei e no Rio, 12%. Segundo a pesquisa, 2% em cada uma das cidades disseram ser indiferentes.

A reportagem mostra que a aprovação é maior entre os pesquisados que não bebem (91%) do que entre os que declararam tomar bebidas alcoólicas mesmo que de vez em quando (79%).

A pesquisa foi feita entre quinta e sexta-feira com 1.085 eleitores maiores de 16 anos em São Paulo (margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos) e 812 no Rio (margem de erro de quatro pontos percentuais).

Operação

A PM (Polícia Militar) de São Paulo realizou entre a noite de ontem e a madrugada deste domingo a continuidade da Operação Direção Segura, contra o consumo de bebidas alcoólicas por motoristas. Até as 9h20, não havia sido divulgado um balanço.

Entre a noite de sexta-feira (4) e a madrugada de sábado, a PM deteve cinco pessoas e multou 66 motoristas por infrações de trânsito diversas.

Dos 266 motoristas abordados pelos policiais, 115 foram submetidos ao teste do bafômetro. A PM também fiscalizou 107 veículos e oito motos.

Um levantamento realizado pela Secretaria Estadual de Saúde em três importantes hospitais localizados na cidade de São Paulo aponta queda de 19% no número de atendimentos prestados às vítimas de acidentes de trânsito na vigência da lei seca.

Fonte: UOL

Gislaine Lima
Informação
Gislaine Lima
Os comentários do blog são via facebook. Para comentar você tem que estar logado lá! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade sua.

Deixe seu Comentário

Todos os direitos reservados - 2016
Todos os direitos reservados - 2016